Policiais e Bombeiros do Brasil debatem as problemáticas da caserna militar

Associações de vários Estados e o Batman

No dia 24/04 em Brasília, enquanto uma comissão composta por deputados federais e entidades militares tinham ido garimpar assinaturas dos líderes dos partidos para colocarem em pauta a votação da anistia e PEC 300, os representantes das entidades dos policiais e bombeiros militares de cada unidade da Federação presentes, tiveram a oportunidade para discutir os  direitos e cidadania dos militares estaduais.

Coordenado pelo Cel. Rabelo da PM do Rio de Janeiro, líder da greve da PM naquele Estado, os trabalhos foram direcionados para as principais problemáticas enfrentadas principalmente no pós greve de cada PM.

O Maranhão foi representado pelo SGT BM Ebenesio, da associação dos bombeiros do Sul do Estado. O militar falou da preocupação da problemática que todos os policiais e bombeiros do Brasil estão enfrentando no país.

Bombeiros do Rio de Janeiro fizeram sua fala no sentido de respeito e dignidade para com os militares do Brasil.

Os sentimentos entre os militares em toda nação brasileira são basicamente os mesmos: falta de respeito, dignidade, remuneração precárias, condições de serviço as piores possíveis, em fim as mazelas foram debatidas entre os militares.

Além de toda essa discursão ocorreu no auditório Freitas Nobre, um anexo da câmara Federal, um incidente no evento dos militares.

A Polícia legislativa proibiu a presença de dois artistas civis que aderiram à luta dos policiais e bombeiros do Brasil.

O motivo da proibição seria o fato de ambos estarem fantasiados um de Batman e o outro de vampiro, segundo a direção a permanência deles seria proibida, isso gerou uma tensão entre a policia legislativa e os militares presente no local.

Porém não teve jeito, os artistas tiveram que se retirar, entretanto eles deram o recado deles, foi permitido eles falarem. O Cel. Rabelo intermediou a negociação.

Quem esteve esses dois dias em Brasília puderam notar algumas coisas estranhas, primeiro o aparato da segurança que foi reforçado na câmara e no senado bem como as restrições aos policiais e bombeiros.

Parece que pelo fato de ser militar estadual tudo lhes é negado, no Congresso há manifestação para tudo. Índios invadem o plenário faz e a acontece, grupos GLBT tocam o terror na comissão de direitos humanos, vários e vários grupos se manifestam de inúmeras maneiras, todavia quando o governo Federal sabe que são os policias e  bombeiros militares que estão no DF, a lei de segurança máxima é acionada.

Nesse encontro o que se viu foram o pedido e clamor de cidadania para os militares estaduais. O que não se pode mais é tratar os policiais e bombeiros como sub-cidadãos.

Está parecendo que para o governo federal PM e BM nesse país significar seres arruaceiros e anarquistas. Usando como subterfúgios as leis com todo o rigor, principalmente para os grevistas militares.
Para os militares estaduais, utiliza-se a Lei de segurança nacional, presidio de segurança máxima e federal  para encarcerar os líderes que lutam tão somente por dignidade, respeito e cidadania.

A constituição é bem clara que vivemos em um Estado Democrático de Direito, porém este estado democrático não se aplica aos policiais militares e bombeiros do Brasil.

Aos militares lhes é negado a greve, sindicalização, filiação partidária, a livre manifestação de pensamento e ideais.

Até quando iremos ser vilipendiados de nossos direitos? Por que nos é negado a cidadania? O que somos afinal? Seres desprovidos de mentalidades e cérebros? Marionetes nas mãos de governos que sempre nos usaram como seu braço armado? Para onde iremos? Onde isso vai parar?

A resposta é somente uma: Enquanto a mentalidade de todos os policiais e bombeiros militares não estiver comprometida com politização da tropa, iremos remar o tempo todo contra maré.

Faz necessário que a Nação Policial e Bombeiros militares de todo país possa dar a respostas nas urnas.

Somos 27 unidades federativas que poderá fazer a diferença nessas eleições na medida em que o numero de parlamentares na câmara federal aumentarem.

Com a força da bancada de 27 deputados policiais e bombeiros militares, o poder de barganha dos milicianos será sobremaneira grande.

Sem luta não há vitória.

Comentários

  1. Estive em 02 de março de de 2010 e sei como é que é lá em Brasilia. Mas não podemos abaixar a cabeça. Devermos lutar até o final. Não somos covardes, somos apenas diferentes.
    SOMOS POLICIAIS MILITARES!

    ResponderExcluir
  2. GREVEEEEEEEE!!!!!!

    Sindicato comunica ao Governo do Estado que agentes penitenciários para na 3ª feira

    O diretor-presidente do Sindicato O Sindicato dos Agentes Penitenciários e Servidores Administrativos das Secretarias da Justiça e de Segurança Pública do Estado do Piauí (Sinpoljuspi),Vilobaldo Adelídio de Carvalho, informou ao governador Wilson Martins (PSB) que a categoria vai iniciar, na terça-feira, greve por tempo indeterminado nas Unidades Prisionais do Estado do Piauí.

    Segundo Vilobaldo Adelídio de Carvalho, a greve decorre do não envio de proposta de negociação com a categoria por parte do Governo do Estado como este havia se comprometido desde o início do mês de março, Será realizada nova assembleia geral da categoria, às 9h de terça-feira, para discutir e deliberar sobre eventual proposta do Governo do Estado atenda às reivindicações e possa suspender, ou não, o movimento grevista.

    Serão mantidas atividades as seguintes atividades de rotina:

    a) distribuição de alimentação para os presos;

    b) realização de chamadas, conferências de presos;

    c) distribuição de água para consumo interno pelos presos;

    d) cumprimento de alvarás de soltura;

    e) cumprimento de mandados de prisão;

    f) atendimento médico de urgência e emergência;

    g) distribuição de medicação;

    h) vistorias de rotina;

    i) transferências internas de presos de celas eou pavilhões;

    j) realização de rondas periódicas em áreas internas de unidades prisionais;

    k) conferências de cadeados nos pavilhões e celas;

    l) retirada de presos de triagem, conforme normas estabelecidascem cada unidade prisional.

    Vilobaldo Adelídio de Carvalho informou que serão suspensas ficarão suspensas as seguintes atividades: a) visitas familiares e íntimas a presos;

    b) atendimentos a advogados;

    c) deslocamentos de presos para audiências;

    d) recebimentos de presos de delegacias;

    e) transferências de presos entre unidades prisionais;

    f) atendimentos internos que não estejam relacionados à segurança

    ResponderExcluir
  3. alguma noticia dos 21,7% como é que ficou Ebenilson ?

    ResponderExcluir
  4. Não houve votação foi adiado novamente, ficou para quarta-feira dia 8/05

    ResponderExcluir

Postar um comentário

O espaço de comentários do nosso blog pode tem moderação.
Não serão aceitas mensagens:

01 - Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
02 - Que contenham conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
03 - Que contenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
04 - Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
05 - De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
06 - Que caracterizem prática de spam;
07 - Anônimas ou assinadas com e-mail falso;
08 - Fora do contexto da matéria;
09 - Só poderão comentar usuários que possua conta no Google

Blog do Ebnilson agradece a compreenção de todos

Postagens mais visitadas deste blog

3º Companhia Independente da PMMA( Amarante): Conclusão das primeiras turmas do PROERD em Sítio Novo no Maranhão

INTOLERÂNCIA MILITAR

2º Reunião da Comissão do governo com os militares: Principais Deliberações