VALE DOS OSSOS SECOS


Como ficou bastante evidente a frase que estamos de castigo, simplesmente isso significa para todos os militares os 7 anos de seca do Egito, as 7 vacas magras, e as 7 espigas mirradas(vê mais Gênesis 41: 1 a 36), esse é o nosso preço pelo Movimento Paredista, assim afirmou  o cidadão governista. Só que eles se esqueceram da visão do vale de ossos secos registrado no livro de Ezequiel, 37: 01 a 14, segundo o livro sagrado, o profeta Ezequiel teve um visão de um vale de ossos secos: ele fala que foi levado em espírito, uma espécie de arrebatamento espiritual. Segundo o texto, Ezequiel foi deixado no vale de ossos secos, cujo ossos eram “sequíssimos” e muito numerosos. Veio uma palavra do Senhor e lhe disse: “ Filho do homem, acaso, poderão reviver estes ossos?  Respondi: Senhor Deus, tu o sabes.(...) Assim diz o Senhor Deus a estes ossos: Eis que farei entrar o espírito em vós, e vivereis. Porei tendões sobre vós, farei crescer carne sobre vós, sobre vós estenderei pele e porei em vós espírito, e viverei. E sabereis eu sou o Senhor.”  

A visão continua: “ profetizei segundo me fora ordenado; enquanto eu profetizava, houve um ruído, um barulho de ossos que batiam contra ossos e se ajuntavam, cada osso ao seu osso. Olhei, e eis que havia tendões sobre eles, e cresceram a carnes, e se estendeu a pele sobre eles; mas não havia neles o espírito(...) Assim diz o Senhor Deus: Vem dos quatros ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos, para que vivam. Profetizei como ele me ordenara, e o espírito entrou neles, e viveram e se  puseram em pé, um exército sobremodo numeroso”(Ezequiel, 37: 1 a 14).

Claro que não iremos fazer uma interpretação exegética do texto, mesmo porque se trata de uma profecia do povo de Israel, mas o que iremos extraí do texto são as semelhanças com o contexto no qual estamos inseridos.  Vamos compreender que nós somos os ossos secos, o Vale é o Estado e o profeta é o nosso espírito guerreiro. A visão diz que o profeta está no vale de ossos secos, o vale significa a assolação, destruição, esfacelamento, vazio, trevas e o deserto. O profeta tem uma visão panorâmica da situação, porém a ordem vem de cima, do superior que fala para o profeta proferir palavras de esperança, dizendo que os ossos irão se encontra e juntar-se, mesmo nas sombras da escuridão. As carnes retornarão aos seus ossos, a vida voltará e o espírito será dado pela providencia divina.  Os quatros ventos significam na nossa análise os quatros cantos do Estado, esse espírito representa a força centrípeta que há em nós; à vida, significará a nossa esperança em dias melhores. O exército somos nós que vencemos todas as batalhas para enfrentar esse ser monstruoso e tirano. O ajuntamento dos ossos significa nossa união, que unidos venceremos e nossas lutas serão marcadas pela grande e terrível tribulação nos últimos anos do regime oligárquico.

Os secos ossos são incrustrados pelas carnes que foram repostas voltando-se a viver. O folego de vida adentrou nas narinas desses ossos enxertados de peles e músculos que coadunados com o seu espírito vivificador trouxeram a vida e a esperança desses homens.

O mundo como diz a bíblia jaz o maligno, essa visão dos ossos secos demonstra o quanto estamos desemparados pelo poder público. Somos tratados como uma espécie, desprovido de cérebro. Os porões da ditadura tangencia a todo o momento nosso cotidiano. Estamos num mato sem cachorro, perdido num fogo cruzado dos interesses políticos, que de forma acintosa nossas esperanças foram precipitadas no mais profundo abismo, esperando somente aquele que um dia virá para tirarmos de lá.    

Um dia nosso libertador virá para salvarmos desse monstro impetuoso e terrível, chegará o dia que todos nós seremos livres, como dizia uma das frases da conjuração baiana:  

"Animai-vos Povo baiense que está para chegar o tempo feliz da nossa Liberdade: o tempo em que todos seremos irmãos: o tempo em que todos seremos iguais." (in: RUY, Afonso.  http://pt.wikipedia.org).

Esse dia chegará, por que nós seremos valorizados e reconhecidos não somente pela nossa força, mais sobretudo pela nossa dignidade. Somos um elefante que estava amarrado por uma cordinha, todavia esse elefante arrebentou essa corda e descobriu sua astronômica força.

Estávamos no jardim do Éden com nossa inocência, éramos despidos das luzes verdadeiras, vivíamos nas trevas nos mais intrépidos esconderijos e nas mais profundas grutas cercadas por seres mitológicos e ferozes que devoravam nossas esperanças.

 Tínhamos as árvores do bem, do mal e da vida eterna, comemos o fruto proibido que trouxe a luz do conhecimento e da esperança, eram como aqueles que viviam  no mito da caverna retratado na República de Platão, no qual os homens encontraram a luz e se libertaram para sempre das algemas eternas da escuridão.

A primavera militar ressurgiu como a fênix das cinzas, os militares se libertaram de quase dois séculos de escravidão, o cativeiro militar foi desmoronado por onda eletromagnética que triturou no meio a hierarquia militar que reinava como um ser absoluto.

O triunfo reinará na caserna militar como diz o apostolo Paulo aos Romanos:
“Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do povir, nem poderes, nem a altura, nem profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.”(Romanos-8: 37 a 39).

Porém, somente poderemos vencer quando todos entenderem que Unidos realmente somos fortes para combater o iníquo perverso.

CB EBNILSON CARVALHO

Comentários

  1. SOCORRO, SOCORRO.

    TEM UMA QUADRILHA GRANDE RONDANDO O INTERIOR DO MA PARA ASSALTAR BANCO.

    EU SOU DÁ CAPITAL E NÃO TENHO COMO PROVA ISSO, MAIS TENHO AMIGOS PRAÇAS ESPALHADOS PELO MA, QUE FALAM Q TEM UMA GRANDE QUADRILHA RONDANDO O INTERIOR DO MA.

    EU PEÇO SOCORROOOOOOOOO EM NOME DOS MEUS AMIGOS DO INTERIOR Q ESTÃO CORRENDO RISCO DE VIDA.

    SE ALGUÉM LER ESSA MENS NO CMT GERAL LEVEM AO CMT GERAL DA PMMA PARA O MESMO TENTAR EVITAR, POIS TENHO IRMÃOS PM E MUITOS AMIGOS ESPALHADO NO INTERIOR DO MA.

    ResponderExcluir
  2. O faraó Sarney tem seu poder às custas de pacto com Satanáz cujo mediador desse pacto é o seu Balaão Bita do Barão lá de Codó. Tenha certeza absoluta disso.

    ResponderExcluir
  3. sou policial militar, e conheço muito bem o trabalho do sgt Jean Marry, da Associação de Timon e Imperatriz. Eles estao de parabens.

    ResponderExcluir
  4. Ebnilson, o Sgt Jean Marry sempre teve adversarios politicos, pessoas que se incomodam com a sua atuação, pois e um cara muito bem articulado, inteligente e como voce disse prudente e sabe dialogar.

    ResponderExcluir
  5. Meus companheiros nao tenho duvidas de vossos esfoços mas ate agora so fomos enrolados como fumo, esse governo mentiroso nada quer, fazer por nossa classe mas ainda bem q temos Deus conosco para nos segurar e nao deixar morrer.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

O espaço de comentários do nosso blog pode tem moderação.
Não serão aceitas mensagens:

01 - Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
02 - Que contenham conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
03 - Que contenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
04 - Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
05 - De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
06 - Que caracterizem prática de spam;
07 - Anônimas ou assinadas com e-mail falso;
08 - Fora do contexto da matéria;
09 - Só poderão comentar usuários que possua conta no Google

Blog do Ebnilson agradece a compreenção de todos

Postagens mais visitadas deste blog

3º Companhia Independente da PMMA( Amarante): Conclusão das primeiras turmas do PROERD em Sítio Novo no Maranhão

2º Reunião da Comissão do governo com os militares: Principais Deliberações

INTOLERÂNCIA MILITAR