Respeito a jornada de Trabalho aos policiais, propõem Flávio Dino em seu plano de governo


Outro gargalo entre os militares chama-se jornada de trabalho dos servidores.

Nas duas greves da PM/BM, o que se negociou foi justamente uma Jornada de Trabalho de 40 horas semanais que infelizmente o governo nunca cumpriu o acordo das greves.

Em pôster anterior denunciamos aqui no blog, que na região dos DPM,s(Destacamento da Polícia Militar) do 4º BPM em Balsas, havia uma escala de 40 dias de serviço por 5 de folga. Houveram alguns ajustes, mais as escalas como denunciamos novamente continuam na mesma situação.

No programa de governo de Flávio Dino há essa preocupação com a jornada de Trabalho dos agentes de segurança. Ele fala em uma “ jornada de trabalho e demais direitos trabalhistas.” Isso significa que a jornada de 40 horas semanais poderá ser uma realidade para os policiais militares e bombeiros no governo de Flávio Dino.

Bem amigos policiais militares e bombeiros, chegamos ao fim do programa de governo de Flávio Dino, tentamos demonstrar que ele tem propostas para a categoria e ao longo de algumas matérias exemplificamos que elas constam no seu programa.

Acreditamos que as lutas continuarão, mais temos a certeza que dias melhores virão para os militares do Maranhão. Espero que todos tenham gostado.

Hoje Flávio Dino estará reunido com os militares na Associação dos Inativos no bairro Angelim, essa é a oportunidade de conversarmos com ele. Por tanto não perca sua presença é muito importante.

Comentários

  1. Ebnilson pra começar sobre efetivo temos q acabar com os apadrinhamentos q conseguem transferencias sem permutas, sabem qtos PMs ja foram transferidos de BALSASS? Segundo o concurso foi feito pra dois mil policiais, formam_se mil e oitocentos e mandam embora 200 pq estao subjudice, nao da pra entender! Nao tinha orcamento pra pagar dois mil pq mandar 200 pra casa se a sociedade ta precisando? E por ultimo mandar PM da capital pro interior q ta defasado e todo mundo procura padrinho pra se segurar na capital ou pra ir pra timon.

    ResponderExcluir
  2. TIMON NÃO TEM EFETIVO, FALE A VERDADE!!!!

    A PMMA NÃO EFETIVO, MENOR ÍNDICE DE PMS POR POPULAÇÃO. A VIOLÊNCIA TOMOU CONTA DE TIMON, UMA CIDADE QUE TEM EM TORNO DE 200 MIL HABITANTES DO LADO DE CAPITAL COM MAS 01 MILHÃO DE HABITANTES, QUANDO A PMPI APERTA EM TERESINA PI OS BANDIDOS VEM PARA TIMON TOCA HORROR!!!!

    SE VC NÃO ESTÁ CONSEGUINDO SUA TRANSFERÊNCIA PARA ONDE FOR????? Q É DIREITO SEU, NÃO FIQUE MENTINDO DIZENDO Q TIMON TEM EFETIVO, NÃO E POR AÍ, Q VC VAI CONSEGUIR ALGO. PEÇA SUA TRANSFERÊNCIA PARA TIMON, BACABAL, PARNARAMA, BOM LUGAR, COLINAS, PASSAGEM FRANCA, CAXIAS, PRESIDENTE DUTRA E ITZ. E VEJA Q A VIOLÊNCIA TOMOU DE CONTA DESSAS CIDADES DO INTERIOR, IMAGINA SLZ!!!!!!!

    TIMON É LUGAR DO MARANHÃO ONDE MAS PMS PEDEM BAIXA, SEM CONTA OS SUICÍDIOS, OS PMS COM PROBLEMAS COM ALCOOLISMO,OS DEPENDENTES QUÍMICOS Q SÃO VÁRIOS, OS DEPRESSIVO, DOENTES DERMATOLÓGICO E OS BAIXADOS EM ACIDENTE DE TRABALHO.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

O espaço de comentários do nosso blog pode tem moderação.
Não serão aceitas mensagens:

01 - Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
02 - Que contenham conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
03 - Que contenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
04 - Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
05 - De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
06 - Que caracterizem prática de spam;
07 - Anônimas ou assinadas com e-mail falso;
08 - Fora do contexto da matéria;
09 - Só poderão comentar usuários que possua conta no Google

Blog do Ebnilson agradece a compreenção de todos

Postagens mais visitadas deste blog

3º Companhia Independente da PMMA( Amarante): Conclusão das primeiras turmas do PROERD em Sítio Novo no Maranhão

INTOLERÂNCIA MILITAR

2º Reunião da Comissão do governo com os militares: Principais Deliberações