Soldado Leite é considerado desertor e seu pagamento é sustado pelo governo

Sd Leite
Na manhã de hoje(29/03), o Soldado Leite foi supreendido quando desloucou-se à agencia bancaria para receber seu pagamento, para sua surpresa não tinha um centavo, pois seu pagamento havia sido sustado pelo governo do Estado em razão de o mesmo ser considerado a partir de hoje desertor pela PMMA.

O crime de deserção é uma figura típica do Código Penal Militar, que considera quando o militar fica afastado do serviço por 8 dias sem dar conhecimento de sua ausencia. 

Desertor é aquele que pratica o crime de deserção, conforme listado no Código Penal Militar Brasileiro, Decreto-lei nº 1.001, de 21 de outubro de 1969, em seu artigo 187:1
Art. 187. Ausentar-se o militar, sem licença, da unidade em que serve, ou do lugar em que deve permanecer, por mais de oito dias:
Pena - detenção, de seis meses a dois anos; se oficial, a pena é agravada.( http://pt.wikipedia.org/wiki/Desertor)

A doutrina considera que quando o militar fica ausente por mais de 08(oito) dias injustificadamente incorre no crime de deserção.

Entenda o caso

O soldado Leite foi preso no último dia 14/03, após liderar uma manifestação em frente ao Palácio dos Leões(Sede do governo do Estado do Maranhão). O militar ficou no xadrez durante 72 horas no presído da PMMA(Manelão). 

Contra ele havia uma transferencia ainda no comando do Cel. Franklin Pacheco(Ex-Comandante Geral da PMMA), só que o militar entrou com uma liminar que perdurou até sua prisão. A justiça cassou a liminar, o militar foi obrigado a se apresentar de serviço em Presidente Dutra . 

De acordo com o Sd Leite, após sua prisão ele passou por problemas de saúde e enviou o atestado médico que lhe garantia o repouso das atividades policial militar, todavia o atestado não foi aceito e apartir de então foram contados 08(oito) dias de sua ausencia. O militar incorreu no crime de deserção, com isso seu pagamento foi sustado.

O Sd Leite já é militante de movimentos paredistas militares pelo menos em 3 Estados: Maranhão, Piaui e Bahia. Isso lhe rendeu 5 IPM,s(Inquerito Policial Militar), mais de 3 sindicancias, processo de deserção, Conselho de Disciplina e várias prisões. Tudo isso por lutar por direitos trabalhistas em prol dos militares do Maranhão.

Não resta dúvida que o militar com todo esse curriculo de luta classista tornou-se um das principaies lideranças militares do Maranhão. Inclusive ele tem sido chamado por alguns de "Prisco do Maranhão", uma referencia ao soldado Prisco da Bahia que já participou de mais de 8 greves em todo o Brasil  e esteve greve da PM/BM do Maranhão em 2011.

O blog perguntou ao militar o que tudo isso representava para ele: “ Tenho dado a todos os militares do Maranhão minha contribuição, mesmo sabendo que minha vida dentro da Corporação está complicada, porém vou lutar com todas minhas forças para vencer em beneficio da comunidade militar ”, disse o Soldado Leite.

Enquanto isso: Os policiais e bombeiros militares continuam acampado na Câmara municipal de São Luís. 

De acordo com as lideranças haverá na tarde deste sábado alguns atos públicos.

Mais informações a qualquer momento.

Comentários

  1. agora que é hora de mostrarmos nossa uniao , todos policiais do ma tem que contribuir com o sd leite , todos tem q fazer alguma doacao para ele .sgt ebnilson divulga a conta do sd leite em seu blog para que ele receba as doaçoes .

    ResponderExcluir
  2. Quero saber pra onde foi o salário deste SD que está em busca de dias melhores para seus companheiros. será que não foi parar nas campanhas de quem quer nos ludibriar??? Anistia a este Guerreiro !!!

    ResponderExcluir
  3. Publica aí também que os novos soldados não receberam nada, contrariando o que foi dito em entrevistas e pelos blogs da vida!

    ResponderExcluir
  4. NÃO QUEREMOS SOMENTE REAJUSTE SALARIAL, MAS, TAMBÉM RESPEITO, DIGNIDADE, E ACIMA DE TUDO VALORIZAÇÃO, POIS O GOVERNO NÃO DEVE NOS VER COMO MÁQUINAS E SIM DEVEMOS SERMOS VISTOS COMO SERES HUMANOS COM TODAS AS NECESSIDADES E DIREITOS QUE UM CIDADÃO TÊM, COMO DIZ A CONSTITUIÇÃO: TODO CIDADÃO BRASILEIRO TÊM TODO E TOTAL DIREITO DE SE EXPRESSAR E DE SE MANIFESTAR OU NÃO SOMOS CIDADÃOS BRASILEIROS?

    ResponderExcluir
  5. ebnilson por favor me responda esses 53% em cima da funcao é só quem recebe funçao como: motirista , estafeta , armeiro etc.... ou todos irao receber?

    ResponderExcluir
  6. ATENÇÃO IMPERATRIZ , AÇAILÂNDIA PEDE AJUDA POIS LÁ NÃO TEM LIDERANÇA, QUEREMOS PARTICIPAR DA GREVE, VENHAM ATÉ NÓS POR FAVOR, ESTAMOS ENVERGONHADOS.

    ResponderExcluir
  7. AQUI NO 3BPM GRAÇA A DEUS NÃO FALTA NADA A TODO MOMENTO CHEGA AJUDA DOS EMPRESÁRIOS, FAZENDEIROS NOS APOIANDO E TODA COMUNIDADE, AQUI É 100%, INCLUSIVE MANTEMOS OS BARRA 2013 COM









    TODA A ALIMENTAÇÃO QUE ELES PRECISAM, SE DUVIDA VENHA CONFERIR

    ResponderExcluir
  8. ATENÇÃO 5º C I, NÃO SE PREOCUPEN QUE IREMOS RESGATA-LOS, IGUAL FIZEMOS EM ESTREITO AO RESGATAR O TENENTE, CHOOOOQUE

    ResponderExcluir
  9. Rodoviários decidem parar à noite por falta de segurança, em São Luis.Sindicato já contabilizou mais de 150 assaltos a ônibus no primeiro trimestre de 2014

    ResponderExcluir
  10. O abuso por parte do governo do estado( e tem q ser estado com "e" minúsculo mesmo), é gritante. Porque o bloqueio dos vencimentos exatamente do sd Leite? Gente, é somente um soldado, e soldado na nossa polícia, não é considerado ser humano. Aliás, nem sd, cb, sgt, sub, ten., cap., maj., ten. Opa! Começou a mudar o tratamento. Mas mesmo assim, existe sobrevivència entre os mesmos. Porque, mesmo o oficialato sendo ou tendo um comportamento covarde, eles também sào vítimas desse governo. Se instâncias maiores- como o supremo- decidirem que um movimento deste é ir de encontro a lei, fica fácil sermos enxergados no nosso direito( pelo mesmo supremo), para que possamos ter nossos direitos garantidos, perdas reparadas , e vermos, nossos algozes punidos. É pedir muito "D." LEI?

    ResponderExcluir
  11. Ebnilson, poste a idéia de aquartelamento permanente. Quer dizer, enquanto greve, aquartelamento. E dê a idéia para que seja mostrado em todas as unidades, o vídeo da greve de 2001 de Tocantins.Faça isso.

    ResponderExcluir
  12. Ebnilson ,divulgue a conta do sd Leite para que possamos ajudar esse guerreiro.

    ResponderExcluir
  13. CAROS COMPANHEIROS PM´S e BM´S DE TODO ESTADO VAMOS FORMAR UM GRANDE NÚMEROS DE MILITARES PARA IRMOS ATÉ A 5° CI EM AÇAILÂNDIA, LÁ OS MILITARES TEMEM OS TIRANOS DONOS DA CIA.

    ResponderExcluir
  14. Ebnilson publique o nr da conta do leite pra nos q estamos distante podermos ajuda_lo.

    ResponderExcluir
  15. Agencia 1637-3
    Conta 27464-x
    BB
    Alexandre herinque rios leite

    ResponderExcluir
  16. Já que eles consideraram o soldado desertor e negaram o direito de receber a sua remuneração...Deveriam também seguir na mesma ordem os rigores da lei militar e dar os direitos legais e constitucionais aos militares.Quer dizer que pra punir sobre os rigores da lei é correto...Agora dar os direitos na mesma ordem não o fazem...Bandida essa senhora.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

O espaço de comentários do nosso blog pode tem moderação.
Não serão aceitas mensagens:

01 - Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
02 - Que contenham conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
03 - Que contenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
04 - Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
05 - De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
06 - Que caracterizem prática de spam;
07 - Anônimas ou assinadas com e-mail falso;
08 - Fora do contexto da matéria;
09 - Só poderão comentar usuários que possua conta no Google

Blog do Ebnilson agradece a compreenção de todos

Postagens mais visitadas deste blog

3º Companhia Independente da PMMA( Amarante): Conclusão das primeiras turmas do PROERD em Sítio Novo no Maranhão

INTOLERÂNCIA MILITAR

2º Reunião da Comissão do governo com os militares: Principais Deliberações