MILITARES PERMANECE NA CASA DO POVO


Várias equipes de imprensa registram o movimento na Assembléia

Centenas de militares permanecem nas dependências da Assembléia Legislativa desde a noite de ontem.

Eles aguardam que o Governo se manifeste sobre as reivindicações da categoria. O comando do movimento tem servido lanche para todos.

Os militares não puseram nenhum tipo de obstáculo quanto ao acesso ou quanto ao funcionamento da sede do poder legislativo.

A rotina foi alterada por medidas tomadas pela segurança da casa. Só está sendo permitido o acesso aos gabinetes dos deputados para os assessores. O setor de imprensa também está com acesso restrito. A copa não abriu, o pessoal dos gabinetes está sem o tradicional cafezinho.

A creche 'Sementinha' está funcionando normalmente.

Os militares se concentram no térreo, onde fica o saguão. Alguns assistem a transmissão da TV Assembléia através de um enorme aparelho de televisão. Outros conversam com a Imprensa. Muitos se concentram também na área externa, no estacionamento.

Policiais se concentram nos mais diversos setores da Assembléia Legislativa
Militares se concentram no saguão, assistindo a transmissão da TV Assembléia
 
Num clima de tranquilidade sem nenhum incidente no presente momento os militares permanecem acampado por tempo indeterminado. Assembléia Legislativa funciona de forma normal e pela sensibilidade do presidente da casa o deputado Arnaldo Melo permitiu a entrada dos militares no plenário da Casa. Os deputados Marcelo Tavares, Neto Evangelista, Eliziane Gama e Luciano Leitoa em seus discursos parabenizaram o movimento paradista dos militares do Maranhão de forma organizada, ordeira e respeitosa. O primeiro dia está ocorrendo tudo dentro das tranquilidade aqui em São Luis, a comissão de negociação aguarda a posição do governo que até o presente momento não se manifestou, apenas após a sessão parlamentar está cogitado uma reunião com os parlamentares e a liderança do movimento. Aqui na Capital do Estado os militares estão coesos e basicamente todos os batalhões estão paralisados, acreditamos que até o final do dia deverá haver uma adesão de 100% dos militares da Capital.
Várias outras cidade do Estado aderiram ao movimento paradista, cidades com Imperatriz, Estreito, Açailândia, Timon e Bacabal já estão paradas. O movimento na Capital está sendo coordenado pelo soldado Prisco da Bahia, junto com as entidades militares: ASSEPMMA(Associação dos Servidores Públicos do Maranhão) e Associação dos Inativos. Com muita disposição os militares esperam o desenrolar da crise da Segurança Pública do Maranhão.

CB PM Ebnilson

Comentários

  1. ATEMÇÃO, ATEMÇÃO, FECHAMOS A BR-010 POR 2 HORAS, SÓ FOI UM AVISO, NA PROXIMA VEZ SERAR POR TEMPO INDETERMINADO, AQUI EM IMPERATRIZ É 100% DE PARALIZAÇÃO, FORÇA GUERREIROS ESTAMOS VENCENDO COM A AJUDA DE DEUS.

    ResponderExcluir
  2. De Timon para o mundo ...

    Continuemos unidos e fortes,pois a sobrevivência neste momento de batalha dependerá da nossa coragem e a nossa invencibilidade estará na determinação e defesa de nossos ideais.Por nós e por nossas famílias que sempre sofreram conosco as consequências de todas as injustiças trabalhistas e com os atos desumanos que sofremos nestes malditos batalhões. A nossa paralização avançará ao seu único destino: a vitória,não só por melhores condições de trabalho e salários,mas por dignidade humana,pois ha muito deixamos de ser como lagos...parados, estáticos e limitados aos abusos de maus gestores.

    ResponderExcluir
  3. Os poderosos do Maranhão, só são poderosos para nos reprimir e nos humilhar. Só são poderosos pra tirar o pão da boca dos nossos filhos. Como é que a gente vai pagar essa multa ganhando o que a agente ganha? Será que eles pensam que nossos salários são iguais aos deles? Se pensam assim, é por quer não tem noção nenhuma do que é passar fome. Senhores do judiciário maranhense, vocês vão deixar muitas crianças passando fome.Já não basta a fome que o nossos povo passa por total ausência do poder público estadual ? Que presente de final de ano, héim, homens maus!!! Vocês não terão lugar no Reino de Deus. Vocês são os faraós dos nossos dias. Os Judas Iscariotes dessa terra.

    ResponderExcluir
  4. Querem nos matar de fome com essa multa de R$ 200,00

    ResponderExcluir
  5. Ex-Juiz critica celeridade com que a justiça maranhense decretou a ilegalidade da greve dos policiais militares e bombeiros
    O ex-juiz de Direito, Jorge Moreno, criticou duramente a rapidez com que o Tribunal de Justiça do maranhão se apressou em decretar a ilegalidade da greve dos PMs e Bombeiros. Veja o que diz Jorge Moreno:

    Numa celeridade impressionante, de deixar qualquer piloto de fórmula 1 boquiaberto, o Tribunal do Maranhão decretou a ilegalidade da greve dos policiais militares e bombeiros, logo nas primeiras horas do dia de hoje, ao "apreciar" ação "ajuizada" pelo Governo do Estado no dia de hoje (24).

    Apenas para lembrar aos desavisados: a greve foi deflagada no dia de ontem (23) à noite, quando da realização da assembléia geral da categoria. Coisa impressionante mesmo! São os novos tempos do judiciário maranhense, aliás tão propagado em outdoors e comerciais; célere, transparente, operoso, imparcial, próximo do cidadão. Não duvide nunca: milagres acontecem!

    Fonte: http://josuemoura.blogspot.com/2011/11/ex-juiz-critica-celeridade-com-que.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+BlogDoJosuMoura+%28Blog+do+Josu%C3%A9+Moura%29

    ResponderExcluir
  6. Ex-Juiz critica celeridade com que a justiça maranhense decretou a ilegalidade da greve dos policiais militares e bombeiros
    O ex-juiz de Direito, Jorge Moreno, criticou duramente a rapidez com que o Tribunal de Justiça do maranhão se apressou em decretar a ilegalidade da greve dos PMs e Bombeiros. Veja o que diz Jorge Moreno:

    Numa celeridade impressionante, de deixar qualquer piloto de fórmula 1 boquiaberto, o Tribunal do Maranhão decretou a ilegalidade da greve dos policiais militares e bombeiros, logo nas primeiras horas do dia de hoje, ao "apreciar" ação "ajuizada" pelo Governo do Estado no dia de hoje (24).

    Apenas para lembrar aos desavisados: a greve foi deflagada no dia de ontem (23) à noite, quando da realização da assembléia geral da categoria. Coisa impressionante mesmo! São os novos tempos do judiciário maranhense, aliás tão propagado em outdoors e comerciais; célere, transparente, operoso, imparcial, próximo do cidadão. Não duvide nunca: milagres acontecem!

    Fonte: http://josuemoura.blogspot.com/2011/11/ex-juiz-critica-celeridade-com-que.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+BlogDoJosuMoura+%28Blog+do+Josu%C3%A9+Moura%29

    ResponderExcluir
  7. "Avante companheiros! Vão em frente e não desistam, sou professor e, estou torcendo por vocês. Mostrem pra essa ditadora do que essa briosa categoria é capaz".

    ResponderExcluir
  8. Franklin Pacheco lança samba-enredo para 2012

    Parece piada, mas é a pura verdade. Na quarta-feira (24), enquanto os policiais militares e bombeiros se preparavam para iniciar mais uma paralisação, o Coronel Franklin Pacheco, Comandante da Polícia Militar do Maranhão, lançava um samba-enredo na Rádio Educadora.
    Franklin Pacheco que é compositor, lançava o samba-enredo de sua autoria do Bloco Os Trapalhões, que será apresentado no carnaval maranhense em 2012.
    A entrevista do Comandante da Polícia Militar do Maranhão foi concedida na tarde de quarta-feira ao programa apresentado pela radialista Helena Leite. Ou seja, pelo que demonstra Franklin Pacheco a preocupação dele é maior com o carnaval do que com a greve dos militares e bombeiros.

    Dentro da própria Polícia Militar e do Governo do Maranhão, já existem setores que defendem a troca do Comandante Geral, pois alegam que Franklin Pacheco perdeu o controle da tropa.

    ResponderExcluir
  9. PARABENS A TODOS OS PMS E BMS QUE ESTAO NO MOVIMENTO, ESTAMOS MOSTRANDO A NOSSA FORÇA E UNIAO PARA TODO O ESTADO. NOS AQUI DA REGIAO TOCANTINA TAMBEM ESTAMOS MOBILIZADOS E IRREDUTIVES NOS NOSSOS PROPOSITOS, NAO ARREDAREMOS O PE, NAO RECUAREMOS DE JEITO NENHUM, ATE TERMOS NOSSAS REINVIDICAÇOES ATENDIDAS. TEMOS A ESPERNAÇA QUE OS PMS E BMS QUE AINDA ESTAO TEMEROSOS POR PARTICIPAREM DA PARALIZAÇAO, QUE SE UNAM A NOS, POIS TUDO O QUE CONSEGUIRMOS SERA EM BENEFICIO DE TODOS. 3BPM

    ResponderExcluir
  10. Em Santa Inês houveram na parte da manhã passeatas, e assim como em todas as cidades de atribuição do 7º Batalhão de Polícia Militar, sediado em Pindaré Mirim, os militares estão parados, como em Zé Doca. Em Caxias a adesão a paralisação foi grande. Em Imperatriz, segundo informa o blog do Frederico Luiz, os policiais e bombeiros militares interromperam o tráfego de veículos na rodovia Belém Brasília, na altura da ponte sobre o riacho Cacau. Por volta das 12h30min a ponte foi liberada. Em Bacabal, Balsas, Barra do Corda a paralisação também é quase total.

    ResponderExcluir
  11. Quando é pra pagar alguma coisa pru cidadão comum, as decisões judiciais vem em cima de uma tartaruga, como o pagamento da URV. Quando é algo que favorece governos corruptos, como o governo desse senhora, as decisões judiciais vem num foguete. Um dia Deus vai acabar com essa raça, filhos de Satanás. Por isso que Deus fala na sua santa palavra que " A justiça dos homens são trapos perante a justiça de Deus".

    ResponderExcluir
  12. COMISSÃO DE EXCEDENTES , UNIDOS COM OS MILITARES .

    NÃO PODEMOS MAIS RECUAR UM PASSO .

    AMIGOS , ESTOU INFORMADO DE 6 MANDATOS DE PRISÃO JÁ EXPEDIDOS .

    ENGANAM-SE OS QUE PENSAM AS PERSEGUIÇÕES IRÃO CESSAR APENAS NESSAS . HOJE SÃO ESSES , AMANHÃ PODE SER QUALQUER UM DE NÓS .

    É BOM QUE O TRIBUNAL DE JUSTIÇA VEJA ANTES DE TUDO , AS SEGUINTES INFRAÇÕES DO GOVERNO :

    NÃO CUMPRIU VÁRIOS ACORDOS , INCLUSIVE JUDICIAIS , VEJAM :


    1 - ACORDO FIRMADO JUDICIALMENTE EM ABRIL DESSE ANO , PARA FAZER CONCURSOS NO MÁXIMO 6 MESES , O PRAZO VENCEU EM OUTUBRO , E NÃO CUMPRIU .

    2- PERDEU A AÇÃO DO ESCALONAMENTO VERTICAL NA JUSTIÇA , E NÃO IMPLANTOU .

    3- DESCUMPRI A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E ESTADUAL , POIS NÃO DÁ REAJUSTES PARA A CATEGORIA DESDE 2009.OQUE ESTÁ NESSAS LEIS : OS REAJUSTES TEM DE SER ANUAIS , PRA TODO FUNCIONALISMO E EM MESMA DATA .


    SE DERMOS PASSOS PARA TRÁS AGORA , VAMOS TER DE VIVER DE CABEÇA BAIXA PARA SEMPRE E AS PERSEGUIÇÕES VIRÃO COM UMA FORÇA AINDA MAIOR. VAMOS FAZER COMO NO ORIENTE MÉDIO , ABAIXO A TINARIA ! ABAIXO A TIRANIA ! FORA DITADURA QUE SUGA NOSSO SUOR A 50 ANOS .

    ADEMAR NAIVA.

    ResponderExcluir
  13. EU QUERIA SABER SE É LEGAL OS MILITARES PAGAREM ALGUMA MULTA, PORQUE A FALTA DE SERVIÇO CARCTERISA TRANSGREÇÃO E NÃO TER QUE PAGAR VALORES;POIS SE FOR ASSIM PORQUER NÃO ACABAM COM ESSE MILITARISMO MEDIOCRE.POUCA VEGONHA ESSE TRIBUNAL QUE TAMBEM É ESCOLHIDO PELO GOVERNO.

    ResponderExcluir
  14. EI DESEMBARGADOR, DESCONTA OS R$ 200,00 QDO NÓS RECEBERMOS O ESCALONAMENTO VIU?! SÓ PODIA SER UM ALMOFADINHA DESSES MESMO, NÃO SABE NEM O QUE É TRABALHAR PRA TÁ DANDO PITACO PRO GOVERNO...

    ResponderExcluir
  15. A MAIORIA DAS EMISSORAS DE TV'S SO ESTAO DIVULGANDO OS INTERESSES DO GORVERNO SO FALAM QUE GANHAMOS O 7 SALARIO,QUE OUVE PROMOÇOES E O AUMENTO DO TICKET. TEMOS QUE REPASSAR O QUE REALMENTE ACONTECER, PRATICAMENTE TODOS OS DIREITOS DA CONTITUIÇAO NAO TEMOS.

    ResponderExcluir
  16. ESSES SIM SÃO MERECEDORES DA BRIGADEIRO FALCÃO!
    TEN. JÚLIO

    ResponderExcluir
  17. CALIXTO
    Esse triste momento que hora passamos é fruto da truculência, arbitrariedade dos gestores de nossa segurança pública, começando pelo Aluizio, como pode a governadora achar que delgados e oficiais militares iriam realmente respeitar um agente administrativo, ele poderia ser até da NASA, mas não funcionaria, essas instituições seculares tem tradições e nestas há dinâmicas de procedimentos, respeito, espírito de corpo, lealdade para com a sociedade e só entende isso quem faz parte efetivamente deste contexto, caso contrário acontece o inevitável, onde os princípios militares e sua tradição costumeira e também legal são quebradas por gritos de socorro destes entes estatais que não agüentam mais serem tratados como empregadinhos de madame. E agora depois que chegamos a este estágio o futuro do movimento é uma incógnita, porém uma coisa é certa, aquela máxima de abater o pastor para o rebanho se dissipar é no momento o pior que pode acontecer, pois somos treinados para quando o nosso comandante tombar na batalha, outro de igual envergadura assumir de pronto e rezem para que aconteça realmente isso, caso contrário esses militares irritados e sem paciência como estão podem se transformar em uma manada sem rumo definido e incontrolável, ai sim as coisas serão dez mil vezes pior para a Pm, para a Governadora e principalmente para a sociedade. Não adianta tentar intimidar com desconto de R$ 200,00 do nosso salário, pois não vai funcionar e acredito que se os militares ainda que fossem obrigados a trabalhar sem serem atendidos no seu pleito seria talvez até pior, pois com a escassez de material, viaturas e número reduzido de efetivo, somente com a motivação intrínseca do militar é capaz de superar em parte esses fatos que por si só poderiam afundar a segurança pública, agora imaginem o serviço sem essa motivação, e invés desta a chateação, aconteceria diuturnamente o que aconteceu hoje, quando o bombeiro chegou uma hora após um incêndio no micro-ônibus no centro, esse será o padrão nos atendimentos; então Roseana pense e acorde com os militares e após isto corte a cabeça das lideranças das instituições militares e também do secretário, que aliais foi o grande responsável por esse movimento infeliz e impar no nosso estado e talvez e agindo assim com sensatez nesses momentos de crise não torne este o seu pior governo, pois o melhor NUNCA SERÁ, JAMAIS SERÁ. Força e Honra meus mararadas.

    ResponderExcluir
  18. 13/10/2011 07h21 - Atualizado em 13/10/2011 08h46

    Lei que anistia bombeiros do RJ é publicada no 'Diário Oficial da União'
    Lei nº 12.505 beneficia 439 bombeiros do RJ que participaram de greve.
    Anistia por crimes abrange militares de mais 12 estados e Distrito Federal.
    Do G1, em São Paulo


    Foi publicada no "Diário Oficial da União" desta quinta-feira (13) a lei que concede anistia aos policiais e bombeiros militares do Rio de Janeiro, de outros 12 estados e do Distrito Federal, punidos por participar de movimentos reivindicatórios. A lei nº 12.505 foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff na terça-feira (11) e, segundo o texto, entra em vigor na data da publicação.

    saiba mais

    Dilma sanciona lei que dá anistia a bombeiros Senado aprova anistia a bombeiros que tomaram quartel no Rio Câmara aprova anistia criminal a bombeiros do Rio A nova lei vai beneficiar os 439 bombeiros do Rio de Janeiro que foram detidos após ocuparem o quartel central da corporação no Rio no dia 4 de junho, em protesto por melhores salários. Na ocasião, eles chegaram a ser presos em uma ação coordenada pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e foram liberados seis dias depois.

    A lei sancionada por Dilma anistia o grupo de infrações previstas no Código Penal Militar e no Código Penal. Segundo o texto da lei, os movimentos reivindicatórios grevistas ocorreram nos estados entre 1 de janeiro de 1997 e a data da sanção da lei. Foram beneficiados pela lei militares e bombeiros que participaram de movimentos grevistas nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Mato Grosso, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins, além do Distrito Federal.

    Em julho, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro suspendeu o processo contra os bombeiros até que fosse votado no Congresso e sancionado pela presidente o projeto que estabelecia a anistia.

    "Tendo em vista a tramitação de projeto de lei visando extinguir a responsabilidade penal dos ora denunciados, via anistia, na Alerj [Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro], no Congresso Nacional, confiro por ora a suspensão do processo. Oficie-se solicitando informações", informou a desembargadora na decisão.

    Os bombeiros respondiam à ação penal militar pelos crimes de motim, dano em material ou aparelhamento de guerra, dano em aparelhos e instalações de aviação e navais, e em estabelecimentos militares.

    ResponderExcluir
  19. Vamos colocar os pingos nos i, essa decissão de cobrar dos policiais poderá o estado da com burro nágua, pois não existe greve, o policial só está solicitando os meios adquados para trabalhar, se não tem apenas não está indo para a rua para evitar um problema maior, que é perigo a própria vida, isso se está acontecendo é por negligência do estado, que sabe das condições é tanto que mandaram recolher os coletes e viaturas sem condições, com a decisão o estado tá querendo que o policial pague pelo erro e quem sabe as despesas com a força nacional, vai nessa isso não cola em lugar nenhum, tá pensando que policia é besta é, e outra se fossemos obrigados alguma coisa, pagaríamos sim mais em pequenas prestações.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

O espaço de comentários do nosso blog pode tem moderação.
Não serão aceitas mensagens:

01 - Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
02 - Que contenham conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
03 - Que contenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
04 - Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
05 - De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
06 - Que caracterizem prática de spam;
07 - Anônimas ou assinadas com e-mail falso;
08 - Fora do contexto da matéria;
09 - Só poderão comentar usuários que possua conta no Google

Blog do Ebnilson agradece a compreenção de todos

Postagens mais visitadas deste blog

3º Companhia Independente da PMMA( Amarante): Conclusão das primeiras turmas do PROERD em Sítio Novo no Maranhão

INTOLERÂNCIA MILITAR

2º Reunião da Comissão do governo com os militares: Principais Deliberações