Imagens do Interior do Estado


IMPERATRIZ
Imperatriz continua firme


Deputado Federal Dutra em Imperatriz

CAXIAS

O Movimento paradista dos Militares de Caxias-MA, recebeu nesta manhã de 28/11/2011por volta de 08h30min, a visita da Deputada Estadual Dra. Cleide Coutinho, acompanhada de seu esposo o prefeito municipal Dr. Humberto Coutinho, onde na oportunidade a mesma falou que está dando total apoio ao movimento dos militares e que os oito deputados da oposição e outros da base do governo também apoio os militares em suas reivindicações.











AÇAILÂNDIA

A 5ª companhia Independente em Açailândia aderiu ao movimento desde o primeiro dia, hoje houveram mais adesões, inclusive de policiais dos destacamentos de Itinga, cidelândia e Buriticupu. Os Policiais encontram-se reunidos no quartel agurdando as negociações em Sã Luiz.


Imperatriz










Comentários

  1. Essa greve dos policiais e bombeiros militares é um verdadeiro bullying ao governo com reflexo direto na sociedade.O governo muda de tática a todo momento e quando parece ter tomado uma decisão é sempre na base do desafio aos grevistas, uma tática arriscada, portanto.
    O governo está “bullyinado” , a governadora está “bullyinada”, a Assembleia Legislativa está “bullyinada”, a Justiça está “bullyinada”, enfim, o tempo passa e não há perspectiva para o fim negociado para o movimento grevista do milicos, pois as nossas autoridades estão todas “bullyinadas” pela primeira greve nos mais de 150 anos de existência da Policia Militar do Maranhão.
    O engraçado, não fosse ridículo, é que o Governo do Maranhão parece não ter serviço de inteligência ou se tem é incompetente, pois deveria ter informações suficientes para saber que esse cenário era perfeitamente possível. Ou seja, um serviço de inteligência poderia fornecer informações qualificadas para o Palácio do Leões para que se preparasse ou mesmo evitasse esse caos.
    Outro aspecto que chama atenção é que o governo não institui um “Gabinete de Crise” para enfrentar de forma competente essa situação.
    Esse tipo de procedimento é importante não somente para antever as crises, mas também para enfrentá-las e superá-las. Infelizmente o governo Roseana Sarney prescinde de trabalhar com instrumentos do tipo.
    Enquanto isso a greve do militares segue “bullyinando” a todos.
    É uma lástima!
    FONTE: http://robertlobato.com.br/

    ResponderExcluir
  2. EXCEDENTES DA PMMA , UNIDOS COM OS MILITARES .

    A GOVERNADORA DISSE QUE É SÓ NEGOCIA COM O FIM DA MOBILIZAÇÃO ; OCORRE É QUE AS NEGOCIAÇÕES VEM SE ARRASTANDO A QUASE UM ANO . A SENHORA TEVE TEMPO PRA ZEZÉ DE CAMARGO E LUCIANO , MIOLO DE BOI E ATÉ PARA A BEIJA FLOR DO RIO DE JANEIRO , MAS NÃO TEVE TEMPO RESOLVER O PROBLEMA MILITARES DA SUA TERRA QUERIDA .

    SERÁ SE PODEMOS CONFIAR NESSE GOVERNO ? VEJAM SOMENTE UM CASO :

    GOVERNO DO MARANHÃO E MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL ASSINARAM EM ABRIL DESSE ANO UM TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA , EM QUE O ESTADO EM 6 MESES SE COMPROMETE COM INTERVENÇÕES PARA MELHORAR O SISTEMA DE PRISIONAL DE IMPERATRIZ , BEM COMO DO ESTADO EM GERAL , ENTRE AS OBRIGAÇÕES ESTÃO :

    1 -REFORMA DA CENTRAL DE CUSTÓDIA DE IMPERATRIZ DE ACORDO COM AS NORMAS DO CONSELHO NACIONAL DE SEGURANÇA , BEM COMO A CONSTRUÇÃO DE MAIS 20 CELAS ADEQUADAS, CONSTRUÇÃO OU ALUGUEL DE UM IMÓVEL PARA A CASA DO ALBERGADO E ETC.. ( OBS : A RESPOSTA DESSE ITEM COM OS AMIGOS DE IMPERATRIZ , MAS PELO HISTÓRICO DESSE GOVERNO JÁ SABEMOS O RESULTADO )

    2 - REALIZAÇÃO DE CONCURSO PÚBLICO PARA AGENTES E CARGOS AFINS , INCLUSIVE O SECRETÁRIO AFIRMOU QUE ABRANGERIA TODAS AS ÁREAS DE SEGURANÇA DE UMA VEZ ( OBS :ESSE ITEM AFIRMO CATEGORICAMENTE QUE NÃO FOI CUMPRIDO- VENCEU EM OUTUBRO - TEMOS MUITOS AMIGOS QUE ESTÃO A MAIS DE DOIS ANOS ESTUDANDO PRA ESSES CONCURSOS , AS AUTORIDADES ANUNCIAM , ANUNCIAM E NUNCA FAZEM ; DEVIDO ESSAS MENTIRAS É QUE TEMOS A MENOR PROPORÇÃO DE MILITARES DO BRASIL )

    AONDE ESTÁ A JUSTIÇA E O MINISTÉRIO PUBLICO PARA COBRAR E PUNIR O GOVERNO PELO DESCUMPRIMENTO DESSES ACORDOS ?

    ADEMAR NAIVA

    ResponderExcluir
  3. Policial Militar não comete Deserção

    É gritante a diferença jurídica entre os militares das Forças Armadas e os Policiais Militares Estaduais. É Flagrante a incompatibilidade entre os Militares Estaduais e os Militares das FFAA.

    Referência ao acórdão do CC 7.051/SP, STF Rel. Min. Maurício Corrêa: “2. A leitura do artigo 42 da Constituição Federal não autoriza o intérprete a concluir pela equiparação dos integrantes das Polícias Militares Estaduais aos Componentes das Forças Armadas, para fins de Justiça”.

    É que o Superior Tribunal Militar patenteou pacífica orientação de que o crime de Deserção é de mão própria e tem como agente o militar da ativa.

    Com efeito, o art. 4°, inciso II do Estatuto dos Militares estabelece que a Polícia Militar e Corpo de Bombeiro Militar são reservas das Forças Armadas:

    Art. 4º São considerados reserva das Forças Armadas:
    I - individualmente:
    a) os militares da reserva remunerada; e
    b) os demais cidadãos em condições de convocação ou de mobilização para a ativa.

    II - no seu conjunto:
    a) as Polícias Militares; e
    b) os Corpos de Bombeiros Militares.

    Além disso, o art. 3°, §. 1°, alínea “a”, inciso III, esclarece que os componentes da reserva podem vir a integrar o quadro “da ativa” em ocasiões especiais:

    Art. 3º Os membros das Forças Armadas, em razão de sua destinação constitucional, formam uma categoria especial de servidores da Pátria e são denominados militares.
    § 1º Os militares encontram-se em uma das seguintes situações:

    a) na ativa:
    I - os de carreira;
    II - os incorporados às Forças Armadas para prestação de serviço militar inicial, durante os prazos previstos na legislação que trata do serviço militar, ou durante as prorrogações daqueles prazos;
    III – os componentes da reserva das Forças Armadas quando convocados, reincluídos, designados ou mobilizados;
    IV - os alunos de órgão de formação de militares da ativa e da reserva; e
    V - em tempo de guerra, todo cidadão brasileiro mobilizado para o serviço ativo nas Forças Armadas.

    b) na inatividade:
    I - os da reserva remunerada, quando pertençam à reserva das Forças Armadas e percebam remuneração da União, porém sujeitos, ainda, à prestação de serviço na ativa, mediante convocação ou mobilização; e
    II - os reformados, quando, tendo passado por uma das situações anteriores estejam dispensados, definitivamente, da prestação de serviço na ativa, mas continuem a perceber remuneração da União.
    III - os da reserva remunerada, e, excepcionalmente, os reformados, executado tarefa por tempo certo, segundo regulamentação para cada Força Armada. (Alterado pela L-009.442-1997)

    Do exposto, tem-se:

    1. Sujeito passível de “convocação”: os reservistas, militares estaduais e integrantes da reserva remunerada;
    2. Sujeito passível de “reinclusão”: os integrantes da

    ResponderExcluir
  4. Vingança: Roseana Sarney abandona hospital construído no governo Jackson Lago

    Por pura mesquinharia, a governadora Roseana Sarney está sucateando o Hospital de Presidente Dutra. Atualmente o hospital encontra-se abandonado pelo Governo do Estado e pela Secretaria de Saúde – administrada pelo napoleônico Ricardo Murad.

    Construído na gestão do governador Jackson Lago, o hospital de Presidente Dutra foi entregue no início de 2009, com 5.317 metros quadrados de área construída, 100 leitos de enfermaria e 12 UTI’s, feito com recursos do próprio Estado. Era parte do projeto do pedetista para instalar cinco grandes hospitais de alta complexidade no interior do Maranhão, diminuindo assim a demanda dos Socorrões e o sofrimento de quem precisava se deslocar para São Luís ou para outros estados.

    A unidade de saúde funciona hoje de forma precária, sem médicos e enfermeiros suficientes, falta de medicamentos, estrutura física sem manutenção além de leitos e salas em estado deploráveis.

    A mesquinhez da governadora, que tenta apagar o legado do ex-governador Jackson Lago a todo custo, acaba por prejudicar a população das 34 cidades da região que necessitam de atendimento médico, e não de um programa virtual de saúde corrupto – como no caso do Saúde é Vida – que já consumiu mais de R$ 500 milhões dos cofres públicos e não tem nem previsão para sair do papel. sera que ela quer alguma coisa com o povo do maranhão olha agora o que ela esta fazendo com asegurança do maranhão ela gosta tanto de dinheiro que quer tira 200 por dia de cada policial sera que ela petense o distrito federal é lar que tem corupido vai pra roseana nos não quer mais vc no maranhão de qualquer jeito vc vai sair fica com nosso senhor jesus cristo amem.

    ResponderExcluir
  5. Prender quem se volta contra o governo é típico de regimes ditatoriais. A tática dos coronéis de Roseana Sarney, a bilionária, deixa claro que o Brasil ainda não é um país democrático. Se o Brasil fosse realmente democrático, os paradista do Maranhão não estariam sendo perseguidos como estão sendo perseguidos agora . É algo muito semelhante com o que acontecia com os reacionários nos governos dos tempos da ditadura. Que democracia é essa? Esse é o melhor governo da vida de Roseana sarney?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

O espaço de comentários do nosso blog pode tem moderação.
Não serão aceitas mensagens:

01 - Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
02 - Que contenham conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
03 - Que contenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
04 - Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
05 - De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
06 - Que caracterizem prática de spam;
07 - Anônimas ou assinadas com e-mail falso;
08 - Fora do contexto da matéria;
09 - Só poderão comentar usuários que possua conta no Google

Blog do Ebnilson agradece a compreenção de todos

Postagens mais visitadas deste blog

3º Companhia Independente da PMMA( Amarante): Conclusão das primeiras turmas do PROERD em Sítio Novo no Maranhão

2º Reunião da Comissão do governo com os militares: Principais Deliberações

INTOLERÂNCIA MILITAR