RODRIGO PIMENTEL O TRAÍDOR DA PM-RJ

Exclusivo! Conheçam o passado que envergonha Rodrigo Pimentel

Descubram porque ele defende Cabral


À beira da Lagoa onde vive confortavelmente, Pimentel, algoz dos colegas,
parece estar pensando: "Ah se soubessem do meu passado"

O capitão Rodrigo Pimentel se diz especialista em segurança pública, vende a imagem de que foi um policial corajoso que enfrentava bandidos e que deixou a PM por não concordar com as coisas erradas que aconteciam. Mas tudo não passa de uma grande farsa. Para começar como poderão ver abaixo, ele entende muito é de segurança privada. Quanto ao destemido policial vocês vão descobrir que na verdade Pimentel é uma vergonha para a tropa.

Porta-voz do governador Sérgio Cabral na TV Globo, Rodrigo Pimentel adora posar de vestal e guardião da moralidade. Pimentel disse que o cabo Daciolo e seus colegas dos bombeiros e da Polícia Militar, inclusive o coronel Paúl, deveriam ficar presos em Bangu 1. Mas agora vocês vão saber quem é Rodrigo Pimentel. Um covarde, aproveitador e hipócrita.

Saiu da PM depois que ao comandar uma operação entrou em pânico e urinou nas calças. O ex-comandante do BOPE, coronel Venâncio Moura teve que substituí-lo no meio da operação por um sargento que tomou a frente e salvou a guarnição. Todos no BOPE conhecem essa história lembrada como um exemplo de covardia e desonra para a unidade de elite.

Isso ninguém sabe do comentarista da TV Globo. Mas se vocês pensam que Rodrigo Pimentel é somente um covarde vão agora conhecer outro lado dele.

Transferido para o 29º batalhão, em Itaperuna, desmoralizado porque sua história correu a corporação, decidiu que era hora de deixar a Polícia Militar. Além do mais não se conformava em deixar de morar na Zona Sul, onde sempre viveu, desde que seu pai general foi morar na Urca.

Correu atrás de uma reforma por invalidez alegando que ficou surdo trabalhando na PM. Prestem atenção no laudo abaixo. Perceberão que o laudo aponta o perfil áudio-métrico de normalidade. Mesmo assim, aos 29 anos, o capitão Pimentel foi reformado por invalidez definitiva para o trabalho, com proventos proporcionais ao tempo de serviço.

(Para ampliar clique sobre a imagem)




Mas o “corajoso” capitão Rodrigo Pimentel queria receber o salário integral de capitão sem trabalhar pelo resto da vida, repito, aos 29 anos. Para isso comprou um laudo de um médico particular e conseguiu ficar ganhando como se estivesse na ativa. Recebendo inclusive mais um adicional por invalidez.


(Para ampliar clique sobre a imagem)





Bem, os senhores já viram Rodrigo Pimentel na televisão, ele não parece nada surdo, aliás, ele já apareceu até entrando ao vivo, dentro de um helicóptero com motor ligado e respondeu imediatamente a pergunta do apresentador com todo aquele barulho. Rodrigo Pimentel quando lhe convém escuta muito bem.

O hipócrita Rodrigo Pimentel, comentarista da TV Globo pode se dar ao luxo de criticar os seus colegas que lutam por melhores salários, já que além de receber o salário integral de capitão da PM (com adicional por invalidez), mais o dinheiro da TV Globo, é sócio em uma empresa de segurança privada e tem participação nos negócios de outra, conforme poderão ver nos documentos abaixo. A R & R Pimentel Consultoria em Segurança Limitada, tem ele e sua mulher Rosele como sócios, além disso tem participação na empresa Sunset Vigilância e Segurança Limitada. Um detalhe muito importante para vocês entenderem por que o “bravo” comentarista da TV Globo elogia tanto Cabral. Em uma dessas empresas ele trabalha com o Major Filipe que vem a ser o chefe da segurança pessoal de Sérgio Cabral. Agora dá para entender porque prefere elogiar Cabral e ficar contra seus colegas.


(Para ampliar clique sobre a imagem)





Para quem acreditava na mentira que ele sempre contou de que largou a PM por discordar de coisas erradas que aconteciam, e que foi um brilhante policial do BOPE está aí para vocês o verdadeiro Rodrigo Pimentel. Além de medroso e de ter saído da PM pela porta dos fundos, é aproveitador e hipócrita.(FONTE: BLOG DO GAROTINHO)

Do Blog  PEC 300

Comentários

  1. Como ser humano, brasileiro e militar, temo que as atitudes arbitrárias, ditatoriais e antidemocráticas do Governo Federal e de alguns governos estaduais contra as justas e legítimas reivindicações dos militares dos estados não joguem a Nação num violento e doloroso caminho sem volta das revoltas populares e enfraquecimento das instituições.
    O Brasil deve buscar o caminho do respeito aos princípios da liberdade e da dignidade humana, e isso ocorre quando o Estado dialoga com a sociedade por meio de instrumentos políticos e democráticos que permitam construir soluções para os graves problemas sociais. Ao contrário do que se vivencia nos últimos meses, onde o Poder Central usa e abusa da força bruta e de ações repressoras contra os policiais e bombeiros militares.
    Essa estratégia, além de perigosa, é preocupante, pois o governo, ao adotar uma política de intimidação e repressão para tentar acabar com essas manifestações, pode está criando um grave precedente para que a sociedade passe a acreditar nas teorias de que os fins justificam os meios. Isso seria o retorno ao “império da força”, e o povo brasileiro não pode permitir que isso venha a ocorrer
    Portanto, faço um apelo ao Congresso Nacional e ao Governo Federal para que adotem uma postura política que promova a liberdade, a justiça social e a valorização do homem, enquanto ser biológico e social, aprovando um piso salarial nacional capaz de dar aos homens e as mulheres da segurança pública a oportunidade de viver com dignidade.
    TC ALVES
    CBMMA

    ResponderExcluir
  2. Esse tal de Pimentel!!
    Não sei nem o que dizer!

    TC ALVES
    CBMMA

    ResponderExcluir
  3. De tudo, ficam as lições. Primeiro, Menosprezar, desdenhar ou ludibriar os colegas, essas são atitudes absolutamente irresponsáveis quando se discute reivindicações de movimentos dessa envergadura.
    Para a categoria, doravante, haverá dois momentos distintos da história, um antes e outros depois dessa batalha. Foi uma luta bonita e marcante por parte dos Militares,
    Façamos desse episódio um aprendizado. Como dizem os quilombolas: “quem não pode com a formiga não assanha o formigueiro”.
    Ai vai um recado para o MIJÃO...Quem diz POLÍCIA diz uma grande palavra. Uma nação jamais pode passar sem polícia, assim como nenhuma cidade sem esgôtos, sob pena de apodrecer debaixo de suas próprias imundícies...

    ResponderExcluir
  4. "A farda é leve para quem a veste por vocação, mas é fardo insuportável para aquele que não compreendeu a missão para a qual prestou juramento!

    ResponderExcluir
  5. Procurem nos arquivos do Jornal do Brasil o que ele disse em sua coluna sobre a greve dos policiais em Alagoas em 2001. Em Alagoas, com a greve houve saques, violencia...nada perto do que aconteceu no RJ, e vejam a opiniao dele sobre o acontecimento. Uma opiniao totalmente diferente da hoje. O Exército foi enviado a Alagoas para conter a onda de saques e a greve e ele naquela ocasiao criticou o Exército com o único objetivo de acabar com a carreira do pai porque uma das tropas que foi enviado a Alagoas tinha saído da guarnicao de seu pai e ele avisou que faria isso com esse intuito. Isso acarretou o fim da carreira de seu pai porque foi a gota d´água entre muitas das que ele aprontou. Procurem a resposta do General Cesário sobre a coluna dele. No Exército há muito tempo as pessoas já sabem quem ele é. Ele é traicoeiro, hipócrita, oportunista e sem caráter.

    ResponderExcluir
  6. Enquanto ele nao destruiu a carreira do próprio pai no exército, ele nao sossegou. Seu pai era rígido com ele porque desde pequeno na família já se sabia que ele era mau caráter. Seu pai queria que ele fosse responsável e homem de verdade e ele, por isso, quando teve a oportunidade se vingou do próprio pai. Pergunte a alguém próximo a família a fama que ele tem dentro da própria família desde pequeno e os problemas (que resultaram de sua falta de caráter) que ele já levou pra família. Quem conhece a família sabe que ele nao tem credibilidade dentro da própria família.

    ResponderExcluir
  7. Desde 2001, o Exército Brasileiro inteiro, que sabe como ele destruiu a carreira do pai, já o adjetivava de covarde pelo que ele fez com o próprio pai e avisou que iria fazer.

    ResponderExcluir
  8. Desde 2001, o Exército Brasileiro inteiro, que sabe como ele destruiu a carreira do pai, já o adjetivava de covarde.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

O espaço de comentários do nosso blog pode tem moderação.
Não serão aceitas mensagens:

01 - Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
02 - Que contenham conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
03 - Que contenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
04 - Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
05 - De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
06 - Que caracterizem prática de spam;
07 - Anônimas ou assinadas com e-mail falso;
08 - Fora do contexto da matéria;
09 - Só poderão comentar usuários que possua conta no Google

Blog do Ebnilson agradece a compreenção de todos

Postagens mais visitadas deste blog

3º Companhia Independente da PMMA( Amarante): Conclusão das primeiras turmas do PROERD em Sítio Novo no Maranhão

2º Reunião da Comissão do governo com os militares: Principais Deliberações

INTOLERÂNCIA MILITAR