Vetos presidenciais e piso nacional de salários para policiais e bombeiros militares foram os destaques do plenário nessa semana

Assistam o vídeo, após 10 minutos vão falar sobre a PEC 300

       

A primeira sessão do Congresso que inaugura a nova rotina para análise de vetos presidenciais foi marcada por muita negociação. Por acordo de líderes, foram votados vetos que trancam a pauta.

Durante a votação feita em cédula, parlamentares debateram os temas vetados, como parte da Lei do Ato Médico, para permitir que outros profissionais de saúde possam formular diagnósticos, indicar prescrição terapêutica e exercer cargos de chefia de serviços médicos. As discussões foram acompanhadas por médicos e outros profissionais de saúde.

Todos os vetos apreciados foram mantidos.


Apesar de definida a pauta de votações da semana no plenário da Câmara, deputados pediam a votação, em segundo turno, da proposta de emenda à Constituição que estabelece piso nacional de salários para policiais e bombeiros militares.

Policiais e bombeiros fizeram manifestações nas dependências da Câmara e foram recebidos pelo presidente da Casa. Do encontro, saiu a decisão de criação de um grupo de trabalho para discutir o tema e definir a data de votação até o dia 16 de setembro.

Mesmo com entendimento, manifestantes romperam a segurança e invadiram o plenário. O presidente Henrique Eduardo Alves fez apelo pela continuidade dos trabalhos. O clima tenso deu lugar à compreensão, e os policiais e bombeiros deixaram o plenário.

Fonte: http://www2.camara.leg.br

Comentários

  1. O protesto "Fora Cabral",

    contra o governador do Rio, teve nova confusão por volta das 20h30 desta terça-feira (27) em frente ao Palácio Guanabara, sede do governo do Estado, em Laranjeiras, na Zona Sul da cidade. Manifestantes tentaram forçar passagem pela barreira da polícia na Rua Pinheiro Machado e foram reprimidos. Pedras foram jogadas dos dois lados e a PM chegou a usar balas de borracha. Do outro lado, foram arremessados explosivos caseiros.

    Pelo menos três manifestantes ficaram feridos. Uma mulher foi atingida por uma bala de borracha na testa, e atendida por socorristas voluntários que acompanham a manifestação. Dois policiais alegaram ter sido feridos no braço. Outro, ferido na cabeça, foi levado a um hospital.

    A poucos metros dali, no Largo do Machado, onde o grupo se concentrou para o ato, também houve confronto, por volta de 18h45. O tumulto começou quando um manifestante foi detido pela Polícia Militar por estar sem documentos. Neste momento, ativistas fizeram um cordão para tentar impedir que o jovem fosse levado.

    ResponderExcluir
  2. Soldado denuncia oficiais por tortura dentro de Centro da Polícia Militar de MT




    A Corregedoria Geral da Polícia Militar investiga a queixa de um PM que acusa três oficiais de tortura dentro do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cefap) no bairro Ribeirão do Lipa, em Cuiabá. Os superiores teriam reclamado do uniforme do soldado por este motivo, ele foi levado para sala, onde aconteceu o crime.

    Ao perceber que a vítima estava com uma caneta que grava áudio e vídeo, os acusados o levaram para uma sala, onde apagaram a gravação. O policial relatou na ocorrência que ficou cerca de uma hora sendo humilhado e obrigado a pedir perdão. Caso contrário “a carreira dele seria comprometida”.

    O fato ocorreu anteontem por volta das 12h30min, quando o policial foi entregar o almoço para PMs do 4º Batalhão e um oficial reclamou do uniforme dele. “Se enquadra guerreiro. Se na sua unidade não tem disciplina, aqui tem”. Ele se referia à falta do gorro.

    O PM explicou que, como não tinha uniforme completo, já havia pedido outro uniforme ao comandante do Batalhão e isso iria ser normalizado em poucos dias. O policial disse que o oficial não o deixou terminar a explicação e gritou com ele. “Se vira guerreiro”.

    A situação mudou quando o oficial percebeu que o policial tinha uma câmera portátil em forma de caneta. “Você gravou? Você tem que gravar bandido e não policial”. Em seguida, o policial foi levado para dentro de uma sala não sendo permitido que o colega do PM entrasse no ambiente.

    Além do policial e do oficial, entraram mais dois oficiais na sala. “Eu era assediado por todos para que eu pedisse perdão. Além de ter que apagar a gravação, eu era ameaçado de ser expulso por insubordinação”. A partir da eliminação das provas, o policial foi liberado para voltar para Várzea Grande.

    ResponderExcluir
  3. CAVEIRÃO:

    EU ACREDITO QUE ESSA DESIGUALDADE SALARIAL SE DÁ EM CONSEQUêNCIA DA GRANDE FALTA DE UNIÃO EXISTENTE NA CORPORAÇÃO. ENQUANTO PRAÇA TIVER PREOCUPADO COM QUANTO O OFICIAL GANHA OU FAZ E VICE E VERSA, VAMOS CONTINUAR PERDENDO, ATÉ PORQUE O INVESTIGADOR GANHA MAIS QUE UM PRAÇA. ACHO QUE ESTAMOS EM UM MOMENTO DE UNIRMOS FORÇAS, NÃO PARA COLOCAR OS PODRES NA RUA. DIFERENÇAS SALARIAIS SEMPRE VÃO HAVER, DIFERENÇAS NAS ATIVIDADES SEMPRE VÃO HAVER O QUE NÃO PODE HAVER É UMA GUERRA INTERNA DENTRO DA INSTITUIÇÃO.

    ResponderExcluir
  4. Caro Ebnilson o numero de militares que sairão da PMMA num curto prazo está incorreto. Soube que tem mais dois tenentes que irão pra PC, um soldado 07 pra Policia civil PA, fora os que estao sendo chamados aos poucos do concurso do Tribunal de Justiça e MP. Cada vez mais militares estao em cursinhos contando os dias pra saírem da corporação.

    ResponderExcluir
  5. EU ACHO Q O CORONEL ESTÁ GANHANDO É MUITO!!!!!!

    O CORONEL GANHANDO 13.500 ESTÁ GANHANDO É MUITO, CEL NÃO É DELEGADO, JUIZ OU PROMOTOR, Q ENTRARAM POR CONCURSO E PROVA DE TÍTULO.

    NA PMMA SÓ Q TEM É R2 Q CAIRAM DE PARA QUEDA SEM CONCURSO DEPOIS DE CF/88, MUITOS Q FORAM COLOCADOS PELA JANELA POR SEREM FILHO DE OFICIAL OU APADRINHADO POLÍTICO, TEVE UM OFICIAL DE OUTRO ESTADO Q VEIO FAZER UM ESTÁGIO E FICOU DEFINITIVO. AINDA ESTÃO GANHANDO ESSA FORTUNA, NÃO TRABALHAM, DORMEM TODO DIA EM CASA, A PROMOÇÃO CAI NO TEMPO CERTO E ESTÃO ACHANDO RUIMMMMM!!!!!!! É BRINCADEIRA....

    O CEL NÃO PODERIA GANHAR 2X VEZES MAIS Q O SOLDADO Q TRABALHA TODO DIA, NÃO TEM PROMOÇÃO, NÃO TEM CARGA HORÁRIA DEFINITIVA DE 40H SEMANAIS, NÃO TEM ADICIONAL NOTURNO,VAI TRABALHAR 30 ANOS TIRANDO SERVIÇO DE RUA E VAI SE APOSENTAR COMO CB COM 100 REAIS A MAIS NO CONTRA CHEQUE EM RELAÇÃO AO SD.

    ResponderExcluir
  6. BRINCADEIRA É O SENHOR SECRETÁRIO DIZER QUE FAZER BICO É FORMAÇÃO DE MILÍCIA,SENHOR SECRETARIO SÓ QUEREMOS COMPLEMENTAR NOSSO SALÁRIO QUE NÃO ESTÁ DANDO NEM PARA PAGAR UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE PARA OS NOSSOS FILHOS. SENHOR SECRETÁRIO JÁ QUE ISSO É MILÍCIA VOSSA EXCELÊNCIA O SENHOR PRECISA OBSERVAR ALGUNS COMANDANTES DO INTERIOR QUE RECEBE DINHEIRO DESSE OU AQUELE BANCO OU EMPRESÁRIO PARA QUE A VIATURA PASSE COM MAIS FREQUENCIA OU FAÇA PARADA FIXA... FAÇAMOS JUSTIÇA.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

O espaço de comentários do nosso blog pode tem moderação.
Não serão aceitas mensagens:

01 - Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
02 - Que contenham conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
03 - Que contenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
04 - Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
05 - De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
06 - Que caracterizem prática de spam;
07 - Anônimas ou assinadas com e-mail falso;
08 - Fora do contexto da matéria;
09 - Só poderão comentar usuários que possua conta no Google

Blog do Ebnilson agradece a compreenção de todos

Postagens mais visitadas deste blog

3º Companhia Independente da PMMA( Amarante): Conclusão das primeiras turmas do PROERD em Sítio Novo no Maranhão

INTOLERÂNCIA MILITAR

2º Reunião da Comissão do governo com os militares: Principais Deliberações