terça-feira, 8 de novembro de 2011
É muito grave a situação do sistema público de segurança do Maranhão. Mais grave ainda é que, aparentemente, o governo subestima o movimento dos policiais militares e bombeiros do estado.
Quem viu o ato dos militares ocorrido na manhã desta terça-feira (8), em frente da Assembleia da Legislativa, não pode ter dúvida que esses profissionais não estão blefando quando falam em paralisar o sistema em todo o estado do Maranhão.
Não dá para reduzir o problema meramente a suposto apoio que “coronéis “balaios” estariam dando ao movimento dos PM’s e bombeiros, até porque muitos profissionais que participaram do ato na Assembleia Legislativa sequer são ligados a essa ou aquela força política.

DISCURSOS INFLAMADOS E CREMOSINHOS

Ceronel Ivaldo Barbosa: "não temos comando na PM". Foto: Robert Lobato
Sobre um carro de som, e sob um sol abrasador, várias lideranças discursaram para uma platéia de centenas de policiais e bombeiros militares que ouviram atentamente os pronunciamentos inflamados que exigiam, entre outras coisas, a demissão do atual secretário de Segurança, Aloísio Mendes, e do comandante geral da PM, coronel Franklin Pachêco Silva.
http://robertlobato.com.br/
Delegado Jefferson Portela prestigia movimento dos militares e é cogitado para substituir Aluísio Mendes
O coronel Ivaldo Barbosa, por exemplo, afirmou que o seu colega de farda não tem mais condições de comandar a Polícia Militar do Maranhão e afirmou que não tem represália do comando. “Podem me prender, mas não me conseguirão me calar”, disse.
Quem também esteve apareceu para apoiar o movimento dos militares foi o delegado Jefferson Portela, que recentemente coordenou um movimento parecido no âmbito da Polícia Civil.
Para portela, o movimento dos policiais e bombeiro militares “é um ato histórico e que os inimigos da segurança não são os criminosos que estão nas ruas, mas aqueles que desviam o dinheiro público para a corrupção.
Entre um discurso e outro, os organizadores do movimento distribuíam “cremosinhos” para gerar gelar o goela dos oradores, bem como para refrescar os participante da assembleia que, aliás, aprovou a proposta de dar mais duas semanas para o governo chegar a alguma proposta que dialogue e atenda a pauta de reivindicação da categoria.
Veja o que querem os policiais e bombeiros militares:

http://robertlobato.com.br/
Militares aprovam trégua de duas semanas para o governo, hoje, em plenária realizada na entrada da Assembleia Legislativa. Foto: Robert Lobato
01 – Reposição das perdas salariais de 2009 a 2011; 10 % ( por cento) mais TR em cada ano de 2012 a 2015 previsto no PPA ( Proposta Plurianual); Cumprimento do Escalonamento Vertical transitado e julgado na 4 Vara de Fazenda;
02 – FIM DO REGULAMENTO DISCIPLINAR DO EXÉRCITO (RDE) E IMPLANTAÇÃO DO CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL DOS POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES;
03 –  Modificação dos Critérios de Promoção e Reorganização do Quadro de Oficiais e Oficiais Especialistas com a Criação do Quadro de Oficiais Técnico Complementar (QOTC)
04 – Definição da Jornada de Trabalho em 44 horas semanais, Adicional noturno e pagamento de hora extra;
05 –  Anistia a todos os participantes do movimento reivindicatório, inclusive aos as lideranças dos movimento;

Fonte: http://robertlobato.com.br/

Aviso: As fotos e os vídeos estaram disponíveis apartir de amanhã

56 comentários:

  1. Assembleia vai mediar negociação entre o governo e os militares
    08/11/2011 15:32 - Viviane Menezes / Agência Assmbleia

    A Assembleia Legislativa vai atuar como mediadora nas negociações entre Governo do Estado, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, em torno da pauta de reivindicações dessas corporações, cujo movimento culminou com o protesto de policiais em todo Estado a partir da madrugada desta terça-feira (7). O diálogo com o Poder Legislativo teve um saldo positivo: a paralisação foi suspensa, mediante o compromisso da Assembleia de apresentar uma proposta de acordo até o dia 23 de novembro.

    Durante a reunião, os deputados ainda assumiram o compromisso de só votar o Orçamento Estadual para 2012 depois de encerradas as negociações com o Governo.

    Os parlamentares também se prontificaram a interceder em favor dos policiais junto ao comando da Polícia Militar para evitar qualquer tipo de retaliação, visto que a Constituição Federal veda a participação de policiais militares e bombeiros em movimentos grevistas.

    “Nós temos consciência da gravidade da situação e vamos ser mediadores desse diálogo [entre Governo e policias]. Mas, de imediato, peço que vocês saiam desta reunião com a disposição de arrefecer os ânimos, pois este gesto de complacência trará para esta luta o apoio mais importante: o da sociedade”, recomendou o presidente Arnaldo Melo.

    O líder do governo, deputado Manoel Ribeiro foi preciso ao manifestar apoio à luta das duas corporações: “Se em duas semanas não resolvermos esse problema, vocês têm a minha solidariedade”, garantiu.

    Durante a reunião, Manoel Ribeiro propôs nivelar os subsídios das carreiras da Polícia Militar aos da Polícia Civil. Ele disse, por exemplo, que o salário de um coronel da PM seria equiparado ao de um delegado da Polícia Civil. A sugestão foi vista com bons olhos pelos policiais, que afirmaram que levarão a proposta à assembléia geral.

    Segundo os organizadores do movimento, os policiais estão tentando chegar a um consenso com o Governo do Estado desde o mês de fevereiro deste ano, mas até o momento não há uma proposta concreta com vistas a contemplar as reivindicações na Lei Orçamentária de 2012. “Agora estamos confiando na Assembleia”, declarou o coronel Ivaldo Barbosa.

    Além do presidente Arnaldo Melo e do líder de Governo Manoel Ribeiro, também participaram da reunião no Gabinete da Presidência os deputados Marcelo Tavares (PSB), Stênio Rezende (PMDB), Eliziane Gama (PPS), Eduardo Braide (PMN), Hélio Soares (PP), Jota Pinto (PR), Rogério Cafeteira (PMN), Rubens Pereira Júnior (PC do B), Raimundo Cutrim (PSD) e Carlos Amorim (PDT).

    ResponderExcluir
  2. DISCURSOS

    O deputado Raimundo Cutrim foi o primeiro a ocupar a tribuna para falar sobre as reivindicações dos policiais. Ele disse acreditar que a governadora Roseana Sarney será sensível à questão, avaliando que ela foi “mal assessorada” ao encaminhar a Assembleia Legislativa uma proposta que não contempla os policiais militares e os bombeiros. “Pela primeira vez na história, um agente penitenciário vai ganhar mais que um agente da polícia civil”, citou.

    Cutrim concordou com o reajuste para os agentes penitenciários, mas também defendeu que a revisão se estenda aos policiais militares. “Vamos ao menos equiparar o salário de um soldado ao de um agente penitenciário”, sugeriu.

    A deputada Eliziane Gama lembrou que durante este ano a Assembleia Legislativa tem sido um ponto de apoio aos policiais militares e bombeiros na luta por melhores condições de trabalho. Ela pediu agilidade nas negociações para evitar uma paralisação mais prolongada, sob o risco de prejudicar ainda mais a população.

    O deputado Carlos Alberto Milhomem (PSD) advertiu sobre o perigo que determinados excessos podem provocar. Ele repreendeu a iniciativa de acionar a Tropa de Choque da Polícia para pressionar o movimento. “Onde existe fogo não devemos colocar a gasolina perto. Os policiais militares vieram a esta Casa em busca do diálogo”, disse.

    Na avaliação do deputado Rubens Pereira Júnior, as reivindicações dos policiais militares são “justíssimas”. “Para eles chegarem a este ponto (paralisar) é porque a situação é muito grave e merece a atenção especial desta Casa”, defendeu.

    O deputado Magno Bacelar também considerou como justas as reivindicações, mas chamou a atenção para a Lei de Responsabilidade Fiscal, esclarecendo que o Estado tem limites. “Vamos fazer o melhor, dentro da responsabilidade”, clamou.

    A coerência também deu o tom para as declarações do deputado Alexandre Almeida (PSD). “Esse debate é numérico [Orçamento]. Temos que ter muito cuidado para não cairmos nas empolgações”, recomendou.

    O deputado Bira do Pindaré (PT) ocupou o tempo do grande expediente (30 minutos) para falar detalhadamente sobre cada ponto da reivindicação dos policiais. “Eles só querem repor o que perderam, algo em torno de 30% [dos subsídios]”, enfatizou.

    A predisposição do Governo de sempre estar aberto ao diálogo foi um ponto destacado pelo deputado Roberto Costa. “O Governo nunca se fechou para discutir com a classe”, afirmou.

    Por fim, o deputado Luciano Leitoa destacou o dispositivo legal (artigo 19 da Constituição Estadual) que determina que a revisão geral de remuneração dos servidores públicos estaduais será feita sempre na mesma data, sem distinção de índice entre civis e militares

    ResponderExcluir
  3. É imprescindível que estejamos alertas quanto ao que o governo vai fazer daqui pra frente para não sermos mais enganados. Já mostramos a força que temos e podemos ir mais além.

    A LUTA APENAS COMEÇOU, FORÇA COMPANHEIROS!

    ResponderExcluir
  4. DIA HISTÓRICO

    A paralisação dos policiais militares e do Corpo de Bombeiros ficará na história: pela primeira vez, no Estado do Maranhão, essas corporações efetuam um movimento com esta proporção. Desde as primeiras horas da manhã, centenas de policiais se concentraram na entrada principal da Assembleia Legislativa, conduzindo dezenas de viaturas policiais e dois carros do Corpo de Bombeiros.

    Após a reunião no Gabinete da Presidência, a paralisação foi o principal tema de discussão no plenário Nagib Haickel. Antes de iniciarem os pronunciamentos na tribuna da Casa, Manoel Ribeiro solicitou que a sessão fosse suspensa para que os parlamentares começassem imediatamente a intermediar as negociações com o Poder Executivo.

    O pedido de Manoel Ribeiro foi parcialmente acatado: a sessão não foi suspensa, mas foi formada uma comissão, composta pelo presidente Arnaldo Melo e por líderes de Governo e de bancadas – Manoel Ribeiro (PTB), Marcelo Tavares (PSB), Stênio Rezende (PMDB), Eduardo Braide (PMN), Carlos Amorim (PDT), Rogério Cafeteira (PMN) e Jota Pinto (PR). No Palácio dos Leões, os deputados tiveram uma reunião de portas fechadas com o governador em exercício Washington Oliveira (PT).

    O assunto também rendeu no plenário da Casa. Deputados da base do governo e da oposição se revezaram na tribuna para fazer comentários sobre o movimento. Os deputados foram uníssonos em defender o direito das corporações de lutarem por melhores condições de trabalho, mas também pediram prudência durante esse processo.

    ResponderExcluir
  5. ALGUMAS CONSIDERAÇÕES :

    QUER DIZER QUE AQUELAS DEZENAS DE REUNIÕES QUE VINHAM DESDE O INÍCIO DO ANO NÃO VALERAM DE NADA , POIS A MÍDIA OLIGÁRQUICA FALA QUE SOMENTE AGORA INICIARAM AS NEGOCIAÇÕES ?

    SERÁ SE O GOVERNO SÓ NEGOCIA REALMENTE COM UMA MOBILIZAÇÃO JÁ ENGATILHADA ?

    QUAL DEPUTADO DIZIA QUE RADICALIZAÇÃO NÃO LEVAVA A NADA ? ( OU SERÁ COMISSÕES SOMENTE PALANQUE ELEITORAL ? )

    SERÁ QUE OS DEPUTADOS DA BASE DE APOIO DO GOVERNO 80 % , JÁ NÃO SABIAM DESSE ORÇAMENTO INJUSTO PARA OS MILITARES ? ( OU SERÁ QUE FICARAM SABENDO SOMENTE AGORA ? )

    COMO O SECRETÁRIO FALA QUE VAI INVESTIGAR OS ABUSOS DO MOVIMENTO , SE ELES NÃO CORRIGEM A TABELA DOS POSTOS E SALÁRIOS , DANDO O ESCALONAMENTO VERTICAL ?

    NÃO ACEITEM NENHUM CENTAVO A MENOS NO SUBSÍDIO , NENHUM DIA A MAIS , DO DADO AS OUTRAS CATEGORIAS DO SISTEMA DE SEGURANÇA.

    ADEMAR NAIVA

    ResponderExcluir
  6. “Não haverá punição a ninguém que tenha participado do movimento grevista”. A garantia foi dada pelo governador do Maranhão em exercício, Washington Oliveira (PT), em reunião realizada no final da manhã desta terça-feira (8), no Palácio dos Leões, com o comando de greve da PM e Bombeiros, secretários do governo do Estado e de um grupo de deputados, liderados pelo presidente da Assembleia, deputado Arnaldo Melo (PMDB).

    Na oportunidade, Arnaldo Melo reiterou ao comando de greve que a Assembleia Legislativa vai mediar as negociações entre os militares e o governo do Estado. “Vamos defender com todo vigor as reivindicações dos direitos reclamados pelos militares. Vocês podem contar com o apoio de todos os 42 deputados desta Casa Legislativa. Tenham a certeza que seremos os primeiros a mediar e a defender os interesses de vocês como o da sociedade como um todo”, assegurou....CONTINUA EM...

    WWW.LOUREMAR.COM.BR

    VEJA AS FOTOS

    ResponderExcluir
  7. Não somos diferentes, queremos tratamento igual.
    No dia 21/11/2011, o movimento será bem maior.
    Agora, vai ser 100% a adesão no movimento em todo o lugar em que houver policial e bombeiro militar.
    Deus é pai da justiça e dos humildes.
    Os humilhados serão exaltados.
    Vitoriosas as pessoas que lutam pela justiça porque
    Deus ajudará vencer a batalha.
    O nosso general é Cristo, dono de todo o poder.
    A Deus toda glória. Vamos confiar em Deus que a vitória é nossa.
    Willians Dourado - Capitão Reformado e Advogado.

    ResponderExcluir
  8. FIQUEM ATENTOS JA DEU NA TV QUE ONTEM APOS O ACORDO NA CALADA DA NOITE ALGUNS CORONEIS FORAM CHAMADOS PRA UMA REUNIAO.SERÁ QUE ACONTECEU O QUE ACONTECE SEMPRE, SO ELES RECEBEM AUMENTO E A TROPA FICA SO COM AGUA NA BOCA?
    POIS É, FIQUEM DE OLHOS ABERTOS E BEM ARREGALADOS.GOSTARIA QUE AS LIDERANÇAS COLOCASSEM SUAS OPINIOES SOBRE O ACORDO COM OS DEPUTADOS, POIS PELO QUE SEI ELES JA SABIAM DAS REIVINDICAÇOES DOS COLEGAS E NAO FIZERAM NADA A RESPEITO, PQ SO AGORA, ELES QUEREM GANHAR TEMPO É ISSO? NAO GOSTEI DA DECISAO TOMADA PELA LIDERANÇA.

    ResponderExcluir
  9. CB Ebnilson, sou de Imperatriz. Mas com relação a esse acordo, foi assinado algum documento? E com relação ao orçamento, foi adiado mesmo a votação? Obrigado guerreiro por lê meu comentário.

    ResponderExcluir
  10. CB Ebnilson, aqui em Imperatriz ficou acertado que se até esse dia não forem cumpridas nossas reivindicações, iremos radicalizar o movimento, iremos parar total, e aí em São Luis, como ficou? Abraço guerreiro.

    ResponderExcluir
  11. CB Ebniulson, aqui em Imperatriz, os oficiais estavam do nosso lado, apenas não aderiram ao movimento. Aluta não acabou companheiro.

    ResponderExcluir
  12. ALGUMAS CONSIDERAÇÕES ( CONT. )- COMISSÃO DOS EXCEDENTES DO CONCURSO DO PMMA 2006.

    SE NA APROVAÇÃO DO ACORDO , FOI ACERTADA A ANISTIA E QUE NÃO HAVERIA RETALIAÇÕES, PORQUE AGORA O SECRETÁRIO FALA QUE VAI APURAR EXCESSOS DA MOBILIZAÇÃO ?

    PORQUE QUANDO UM DIGNO MILITAR É MORTO COVARDEMENTE , A IMPRENSA DA OLIGARQUIA NÃO DÁ O MESMO DESTAQUE DO QUE QUANDO FALECE UM SUSPEITO EM FUGA ?

    O GOVERNO VAI GASTAR SOMENTE ESSE ANO R$ 80.000.000 ,00 SOMETE COM COMUNICAÇÃO ( PAGA DIARIAMENTE PARA DIVERSOS JORNAIS PUBLICAREM MATÉRIAS SOMENTE DO SEU INTERESSE )FORA AQUELES JORNAIS QUE JÁ SÃO DO SEU DOMÍNIO .

    PODEM AGUARDAR IRMÃOS , ATÉ O DIA 23 VAI ESTAR ORQUESTRADA UMA CAMPANHA SÓRDIDA PARA DESQUALIFICAR O MOVIMENTO E DENIGRIR A IMAGEM DOS AGENTES DE SEGURANÇA ... POIS SERÃO OS ÚLTIMOS CARTUCHOS , DE UMA TENTATIVA DESESPERADA DE JOGAR A POPULAÇÃO CONTRA A CLASSE MILITAR.

    EBNILSON , CAMPOS ,DEMAIS DIRETORES E CLASSE MILITAR EM GERAL , GOSTARIA DE REFORÇAR QUE EU E NOSSO GRUPO DE EXCEDENTES ESTAMOS COM VOCÊS ATÉ O FIM ...QUERIA QUE VOCÊS ENTENDESSEM QUE FOI MUITO DOLOROSO PASSAR DOIS ANOS LUTANDO ,ABDICAR VÁRIAS OPORTUNIDADE , PESSOAS INSENSATAS ENCHEREM DE ESPERANÇAS E NÃO TERMOS ALCANÇADO ÊXITO AGORA PELA INSENSIBILIDADE DO GOVERNO. HAVERÁ O PRÓXIMO CONCURSO , SABEMOS ; MAS HOJE SÓ NÃO SOMOS MILITARES DE FATO , DEVIDO ESSAS MESMAS INJUSTIÇAS QUE AGORA VOCÊS E NÓS ESTAMOS COMBATENDO .

    ADEMAR NAIVA

    ResponderExcluir
  13. SO NAO CONCORDO,QUANDO O DEP CUTRIM DIZ,QUE SALARIO DO SD TEM QUE SER IGUAL AO DO AGENTE PENITENCIARIO,TEM QUEM QUE SER IGUAL AO DO AGENTE DE POLICIA,UMA VEZ NOS TRABALHAMOS BEM MAIS QUE ELES E QUE O NOSSO SERVIÇO VELADO DA DE 10X0 NELES.

    ResponderExcluir
  14. BLOG DO LUIS CARDOS: HAVERÁ RETALIAÇÕES!

    Acordo entre militares, AL, TJ e Governo será quebrado: haverá retaliações Política

    Ontem, pela manhã, após o recuo dos militares na greve que não durou nem 24 horas, ficou decidido que não haverá punição a ninguém que tenha participado do movimento paredista.

    A garantia foi dada pelo governador em exercício Washington Oliveira aos grevistas, na presença do presidente da Assembleia Legislativa, do presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Jamil Gedeon, dos comandantes da PM e do Corpo de Bombeiros, além de diversos deputados. Todos saíram de lá satisfeitos.

    Mas no final da tarde, o próprio secretário de Segurança, Aluízio Mendes, tratou de melar o acordo. Avisou, em entrevista, que “o governo não pretende perseguir e nem fazer caça às bruxas”, mas deixou claro que algumas situações serão analisadas.

    Deu a entender de forma taxativa que uma comissão está analisando se houve crime durante a deflagração do movimento, mas adiantando que houve sim transgressão das leis. E avisou que as leis não podem ser infringidas.

    O blog tomou conhecimento nas primeiras horas da manhã de hoje que o secretário de Segurança, assim como o comandante da PM irão propor medidas de retaliação aos oficiais que participaram e lideraram a curta greve, no caso os coronéis Ivaldo e Melo.

    Caso se confirmem as punições, aí o bicho vai pegar. A corporação está de prontidão para voltar as ruas e cruzar os braços em caso de retaliações ou da não negociação da pauta de reivindicações até o dia 23 deste mês, conforme prometido pelos deputados Arnaldo Melo e Manoel Ribeiro.

    Uma prova de que o caso não desperta o interesse da Segup e nem do governo, é a ausência da cobertura da Secom do Estado ao encontro. Não existe nenhuma informação no site da Secom, exceto na página da Assembleia Legislativa.

    A decisão do secretário Aluízio Mendes, se confirmada, representará um desrespeito ao Legislativo maranhense, ao Judiciário e, principalmente, uma avacalhação aos militares. Vamos aguardar.

    ResponderExcluir
  15. Atenção! Força nacional foi chamada pelo governo do Estado. Vamos paralisar novamente CB Ebnlson?

    ResponderExcluir
  16. dessa vez não tem desculpa, se vierem com conversa mole o estado do maranhão vai parar...

    ResponderExcluir
  17. EM APENAS 4 HORAS DE PARALIZAÇÃO JA FOI UM CAÓS AGORA IMAGINE SÓ SE FOR UMA SEMANA , UM MÊS , INFINITO É SÓ TENTAREM NOS ENGANAR DIA 23!!!

    ResponderExcluir
  18. Panducha de Caxias9 de novembro de 2011 15:20

    Definir nesse momento o que quer em especial e urgente o policial militar é importantíssimo, 01)correção das perdas no vencimento.

    02)Escala de 24 por 72.como todas as outras entidades policias (Civil,Polícia rodoviária, Policia Federal, Guarda penitenciário, até guardas municipais estão trabalhando assim).tem que ser em lei que regulamentada para evitar abusos, comandantes enchendo sessões e o restante se acabando na 24 por 48hs.

    03)Regulamento próprio.

    Estão tratando ultimamente os policiais militares como uns animais que não pensam, que não tem família, saibam escravagista que entrou gente que pensa e tem coragem, essa fase escravagista vamos acabar com ela, policiais reconhecidos não precisarão mais prestarem serviço lavando cachorro de quem quer que seja pra poder ganhar uma gratificaçãozinha e ficar quieto, queremos ser respeitado, como disse CHAPLIN "Sois homens, não sois maquinas".

    ResponderExcluir
  19. Cuidado, irmãos!! Esse secretário e essa governadora estão armando pra cima da gente. Será necessária uma outra balaiada?

    ResponderExcluir
  20. Jornalista denuncia que Governo vai quebrar o acordo feito entre Militares e os Deputados
    Do: Blog do Luis Cardoso

    Ontem, pela manhã, após o recuo dos militares na greve que não durou nem 24 horas, ficou decidido que não haverá punição a ninguém que tenha participado do movimento paredista.

    A garantia foi dada pelo governador em exercício Washington Oliveira aois grevistas, na presença do presidente da Assembleia Legislativa, do presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Jamil Gedeon, dos comandantes da PM e do Corpo de Bombeiros, além de diversos deputados. Todos saíram de lá satisfeitos.

    Mas no final da tarde, o pr´poprio secretário de Segurança, Aluízio Mendes, tratou de melar o acordo. Avisou, em entrevista, que “o governo não pretende perseguir e nem fazer caça às bruxas”, mas deixou claro que algumas situações serão analisadas.

    Deu a entender de forma taxativa que uma comissão está analisando se houve crime durante a deflagração do movimento, mas adiantando que houve sim trangressão das leis. E avisou que as leis não podem ser infringidas.

    O blog tomou conhecimento nas primeiras horas da manhã de hoje que o secretário de Segurança, assim como o comandante da PM irão propor medidas de retaliação aos oficiais que participaram e lideraram a curta greve, no caso os coronéis Ivaldo e Melo.

    Caso se confirmem as punições, aí o bicho vai pegar. O corporação está de prontidão para voltar as ruas e cruzar os braços em caso de retaliações ou da não negociação da pauta de reivindicações até o dia 23 deste mês, conforme prometido pelos deputados Arnaldo Melo e Manoel Ribeiro.

    ResponderExcluir
  21. ebnilson pq vc ainda nao comentou sobre acordo q foi feito sera q e pq vc pensa a mesma coisa q eu e muitos outros guerreiros,q isso nao passa de mais uma enrrolaçao,sera q esses oficias q chegaram quase no fim do movimento nao vao se vender e vender nosso movimento como sempre fizeram,ta muito estranho isso vc q sempre foi um dos colaboradores acido do movimento sempre falou o q pensava aki no blog e ate agora nao postou nada sobre esse acordo fala ai pq.E kd esse documento q foi falado q ia ser feito como segurança da palavra dos deputados ou melhor garantia,pq nao foi colocado na integra pra toddos os militares terem acesso pq tudo isso fica as escuras sera q so os liderem tem esse direito de v e ler esse documento ou ficou so na palavra dos deputados como sempre foi,ficou muito estranho isso logo vc q tanto confiamos q sempre nos informou de tudo, mais ate agora nao se manisfestou em relaçao a isso,fala ai pra nos pq e o q vc achou de tudo q aconteceu.abraço.

    ResponderExcluir
  22. Estamos todos torcendo para que a Assembleia cumpra o que foi prometido, pois a PM e BM está apenas lutando pelo que achamos nos ser justo, onde se beneficia uns e esquecem de outros

    ResponderExcluir
  23. Grandes heróis e bravos soldados dessa briosa PMMAravilhosa, todo cuidado é pouco fiquem vigilantes, voces já tem um enorme sofrimento de 3 anos calados, tudo aumenta todo dia, sabe lán o que é ficar 36 meses sem repor ao menos as perdas salariais, é o cúmulo do absurdo, quem gerencia dessa forma não é digno de gerenciar...!!!

    ResponderExcluir
  24. Quem pode informar o seguinte:
    Em que se baseiou o governo de não repor o percentual previsto pelo escalonamento vertical aos subsídios dos militares do Estado do Maranhão, já anteriormente determinado pelo Supremo Tribunal Federal ????????!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  25. PODE MANDAR FORÇA NACIONAL , EXÉRCITO , MARINHA , AERONAUTICA ETC NINGUÉM MAIS NINGUÉM MESMO VAI NOS CALAR MUITO MENOS IMPEDIR QUE NOS LUTEMOS POR NOSSAS FAMÍLIAS O QUE EU POSSO ADIANTAR É QUE O RECADO INICIAL JA FOI DADO...

    ResponderExcluir
  26. Caro ebnilson, estou mandando um demonstrativo para analise da associação.
    Tabela com aumento para PM com índices do Escalonamento vertical ganho no STF.Neste demonstrativo iguala o CORONEL ao DELEGADO ESPECIAL (11.970,00), o restante usa-se os índices do escalonamento, conforme abaixo:
    Posto/gard indice ganhoSTF Subsidio
    CEL---------------1--------------------11970,00
    TEM CEL---------0,920------------------11.012,40
    MAJ-------------0,840------------------10054,80
    CAP-------------0,700------------------8379,00
    1 TEM-------- --0,640------------------7660,80
    2 TEM-----------0,600------------------7182,00
    ASP-------------0,540------------------6463,80
    CAD3------------0,340------------------4069,80
    CAD 2-----------0,340------------------4069,80
    CAD 1-----------0,340------------------4069,80
    SUB TEM=--------0,520------------------6224,40
    1 SGT-----------0,460------------------5506,20
    2 SGT-----------0,400------------------4788,00
    3 SGT-----------0,348------------------4165,56
    CB -------------0,270------------------3231,90
    SD--------------0,240------------------2872,80

    Seria o ideal, bem como ficaria conforme o aumento que deram para policia civil, tendo como base o DELEGADO ESPECIAL E CORONEL.

    ResponderExcluir
  27. ja começamos agora vamos até o fim ninguém pode ser punido pq se punirem vai ser como se não tivesse feito nenhum acordo mesmo que aumente meu salário não abandonarei meus companheiros pois a vitória é de todos e liberdade também não vamos aceitar nenhum , nenhum , nenhum companheiro preso!!! tentem nos enfrentar para ver o que vai acontecer!!!

    ResponderExcluir
  28. coronel (Alves) do corpo de bombeiro do Ma é exonerado do cargo, é a notícia divulgada hoje pelo blog marrapá, segundo o site ele faz parte do movimento de reivindicação. Sou da PM e sinceramente não sei se ele é do movimento. Gostaria que algum companheiro confirmasse isso.

    ResponderExcluir
  29. O ofício de exoneração está disponível no blog marrapá

    ResponderExcluir
  30. AS 13 HORAS ASSISTIR UMA REPORTAGEM NO PROGAMA 24 HORAS APRESENTADO PELO JORNALISTA CONOR FARIAS COM O CEL MELO MUITO INTERESSANTE E SÓ VEM CONSOLIDAR A UNIÃO DO CEL MELO COM A TROPA UNIDOS VENCEREMOS, AGORA NINGUEM MAIS NOS VENCERÁ O CEL MELO TIROU TODAS AS MAGÓAS QUE EXISTIAM COM A TROPA POIS NUNCA É TARDE PRA SE ARREPENDER AGORA CEL MELO O SR. É UM DOS NOSSOS AMÉM....

    ResponderExcluir
  31. EBNILSON KD VC O QUE ACONTECEU QUE VC SUMIU? ESTAMOS PREOCUPADOS NÃO ESTA POSTANDO OS COMENTÁRIOS O QUE FOI?

    ResponderExcluir
  32. SD PM JOÃO GUILHERME10 de novembro de 2011 14:31

    É SENHORES ENQUANTO ISSO, POR BAIXO DOS PANOS EU SOUBE DE UMA FONTE DE DENTRO DO CMD GERAL QUE ESSE TEMPO PEDIDO PELO GOVERNO FO PARA SE ARTICULAR E QUE JÁ FOI ENVIADO UM PEDIDO DE REFORÇO DE 600 HOMENS DA FORÇA NACIONAL PARA COMBATER OS GREVISTAS.
    O QUE VCS ME DIZRM

    ResponderExcluir
  33. DE QUE LADO A IMPRENSA ESTÁ?
    Normalmente, dentro do mais lípido de conceito ético profissional dos jornalista brasileiros, conforme foi aprovado no Congresso Nacional do Jornalistas Profissionais Brasileiros, em Setembro de 1985, que todo jornalista verdadeiro tem o dever de conhecê-lo, jornalismo é uma questão de ética, Art. 3º, "O exercício da profissão de jornalista é uma atividade de natureza social, estando sempre subordinado ao presente Código de Ética."; Art. 4º, "O compromisso fundamental do jornalista é com a verdade no relato dos fatos, razão pela qual ele deve pautar seu trabalho pela precisa apuração e pela sua correta divulgação."; Art. 7º, Caput e Inciso VI, "O jornalista não pode: realizar cobertura jornalística para o meio de comunicação em que trabalha sobre organizações públicas, privadas ou não-governamentais, da qual seja assessor, empregado, prestador de serviço ou proprietário, nem utilizar o referido veículo para defender os interesses dessas instituições ou de autoridades a elas relacionadas;"

    ResponderExcluir
  34. O Código de Ética do jornalista é excelente e lindo, ao fazer sua leitura me deu vontade de abandonar a crreira policial e a, em construção, de operador do direito, para ser um deles. Mas, logo imaginei que não seria bem visto por alguns, comom não sou na Polícia do Maranhão, em função do meu desejo pela verdade e pelo comportamento ético, levando em consideração o que tenho percebido nos últimos dias quando informações relacionadas com nossas atividades representativas de classe foram vinculados em alguns "jornais" de formas irresponsáveis e inescrupulosas.

    Nesta semana a imprensa não pode mais deixar de publicar alguma coisa sobre a luta dos Servidores Militares do Maranhão, em função da paralisação das nossas atividades e, inacreditavelmente, alguns canais fizeram da pior forma possível.

    A luta dos militares é, simplesmente, por DIGNIDADE HUMANA, que resultará em muitos benefícios diretos e inderetos à sociedade e, assim, é de interesse social. Se algum jornalista não concordasse com o movimento, que não tomasse partido e apenas divulgasse a verdade, mas alguns escandalisaram e não merecem fazer parte de um quadro de pessoas que representam uma das instituições que sustentam a democracia, pois é assim que a imprensa é aos nossos olhos.

    Citando exemplos, foi publicado o seguinte, tratando benefícios concedidos aos militares: "O secrcetário de Segurança Pública Aluísio mendes, destacou que o policial militar do Maranhão recebe o sétimo salário no ranking nacional." [...] "O secretário ressaltou ainda o acrescimo de cerca de 100% no valor do vale alimentação, concedido pelo Governo do Estado. O valor passou de R$130,00 para R$250,00 - um dos maiores vales-refeição pago a militares no país.". Isto publicado em alguns jornais impressos e na internet, como o "Correio Popular, de Imperatriz, do dia 09 de Novembro de 2011, página 04, Geral e no jornal "O Estado do Maranhão do Maranhão, São Luis, do dia 09 de Novembro de 2011, página 07, Geral.

    Qualquer jornalista, por indisplicente que fosse, saberia que 120, é 92,31% de 130, e não 100% como dito nos jornais. E, ainda, no mínimo vereificaria, para não passar vergonha e nem reponder civil e criminalmente, sobre a veracidade das informações que tivesse a intenção de publicar e não publicaria a mentira de que os Policiais Militares do Maranhão recebem o sétimo salário no ranking nacional, colocando-o acima do Policial do Tocantins, a exemplo, que recebe mais de R$400,00 que o do Maranhão - para comprovar isso é fácil, é só atrvessar o Rio Tocantins e perguntar a qualquer PM que estivar alí do outro lado.

    Lamentavelmente, em descumprimento do Código de Ética, Art. 2º, Caput e Inciso II, quando diz que: "Como o acesso à informação de relevante interesse público é um direito fundamental, os jornalistas não podem admitir que ele seja impedido por nenhum tipo de interesse, razão por que: a produção e a divulgação da informação devem se pautar pela veracidade dos fatos e ter por finalidade o interesse público;"

    As informações correlatas ao movimento de busca por dignidade humana dos militares é de interesse público, uma vez que toda a sociedade quer e almeja por uma coorporação saudável em todos seus aspectos para garantir-lhe o direito à segurança. E, com a produção de informações falsas os jornais estão contribuindo para que os militares não tenha sucesso no que buscam e, consequentemente, fiquem estagnados na forma atual, que não tem suprido os anseios popular.


    Assim, para que a imprensa fique do lado da verdade e dos fins sociais, solicitamos que os jornais que cometeram a indginidade e falta de ética se manifestem para reparar os danos causados com as informações falsas, fazendo com que a resposta alcance as mesmas pessoas alcançadas anteriormente.

    ResponderExcluir
  35. Ebenilson,
    Meu irmão em Cristo,
    Rogo-te que não pare de postar nem os comentários no blog, pois, ao meu ver, para não esfriar o movimento.
    Temos esse blog como centro de informação do movimento e como um meio de concientizar todos pms e bms da necessidade de continuarmos na luta.
    Este é blog é demais acessado.
    Por isso continue diariamente informando e/ou postando os comentários.
    Deus te abençoe.
    Willians Dourado - Advogado e Capitão Reformado

    ResponderExcluir
  36. Qualquer informação, mesmo sendo um mero boato, deve ser postado neste blog, para que se analise e ficamos alerta.
    Todos estamos de vigilância.
    É importante.
    Willians Dourado

    ResponderExcluir
  37. Não sou militar , mas como cidadão apoio o movimento de vcs, no entanto, acho que vcs foram muito injenuos, fazem uma paralização com menus de 24 hs onde ninguem percebeu de fato o que significa vcs pararem e ademais deram um exelente prazo para o gov.se preparar pra o contra ataque. "greve é igual a voz de prisão se não tiver peito para ir até o final é melhor não iniciar"

    ResponderExcluir
  38. SITUAÇÃO DOS MILITARES DO RIO GRANDE DO SUL IGUAL A NOSSA

    A Brigada Militar gaúcha (equivalente à PM de outros Estados): cerca de 950 policiais falam em pedir aposentadoria se o governo não pagar gratificação por permanência na ativa.

    Não é a primeira vez que o governo Tarso encara dificuldades na área: entre agosto e setembro, os brigadistas fizeram barricadas com fogo em estradas e até deixaram falsas bombas em Porto Alegre.

    O governo propôs reajuste de 23% para o baixo escalão, o que dividiu a categoria e foi o fim dos protestos.

    Assim guerreiros da PM e do CBM do Maranhão não podemos sair desse movimento sem a certeza do nosso aumento de vencimento.

    Willians Dourado - Advogado e Capitão Reformado.

    ResponderExcluir
  39. Meus caros companheiros, nunca fugirei de nosso compromisso com todos, realmente esses dois dias pelo fato de várias reuniões não tivemos tempo de publicar os comentários e responde-los, nós jamais sumiremos da responsabilidade de transmitir as informações fidedignas e com bastante responsabilidade e sempre pautada na verdade, esse é nossa postura desde o início.
    Alguns colegas me perguntaram a respeito das negociações e qual minha opinião. Em primeiro lugar, nós temos um grupo que comunga das mesmas ideias e partilha dos mesmos ideais, a decisão das entidade de suspender o movimento reivindicatório foi uma decisão sábia, devido as circunstancias foi uma jogada de mestre do movimento, na primeira reunião de o Secretário Fábio Godim não apresentou nenhuma proposta para as categorias, o que ele disse foi que estava fazendo um estudo e que terminaria em 3 semanas, esse estudo que fique claro, não era da PM/BM era de todo o Estado, foi perguntado se ele poderia nos fornecer alguns dados, números ou valores, ele disse que não tinha, ou seja, não havia de forma de fato nada concretamente, somente um estudo que seria concluído em 3 semanas. Um outro detalhe, o nosso estudo feito pelo professor Sebastião Carlos, o Secretário Godim não tinha conhecimento dele, isso ficou claro, nós achávamos que ele iria contrapor e contra-argumentar o nosso estudo, simplesmente ele nem tinha conhecimento dele, ou seja, não foi entregue ao mesmo.
    No dia 08/11, foi decisivo porque? O estudo foi entregue aos deputados e eles nos garantiram que intermediariam junto ao governo a nossa proposta, então esse foi o motivo porque as associações resolveram aceitar até o dia 23/11. Além disso foi garantido a anistia a todos os participante do movimento. Essas foram as garantias.

    ResponderExcluir
  40. Ao Willina Dourado, nós publicamos todos os comentários, desque que não fira a honra e a dignidade de ninguem, quanto a postar boatos publicaremos sim, apenas eu não vou me posicionar com relação a boatas, mesmo porque gosto de falar com fatos e elementos comprobatório. Mais fique a vontade para comentar os boatos. Eu sei que vc esta perguntando sobre a força nacional, mais como disse esse boato está rolando se é verdade ou não vamos ver.

    ResponderExcluir
  41. GOVERNO DO MARANHÃO RECEBERÁ 2 BILHÕES PARA INVESTIR NA SEGURANÇA PÚBLICA.
    O Governo Federal autorizou nesta quinta-feira (10), em Brasília (DF), o estado do Maranhão a tomar empréstimo no valor de R$ 2 bilhões para implementar projetos e programas voltados à segurança pública e a obrasde infraestrutura, como transporte e ampliação e melhoria do abastecimento de água e esgotamento sanitário. Segundo a presidenta Dilma Rousseff, o que o Brasil conseguiu, com esta ação, é uma grande maturidade institucional, ao descobrir que é possível compatibilizarsolidez fiscal e investimentos. “Principalmente numa conjuntura em que o mundo passa por grandes dificuldades, essa capacidade dos nossos estados brasileiros de ter conseguido abrir espaço para o investimento é algo que temos que comemorar e assegurar que sejapermanente”, afirmou a presidenta Dilma.

    Para a governadora do Maranhão, Roseana Sarney, o montante será destinado a obras de infraestrutura importantes ao estado e em ações para a geração de emprego e renda e para o combate à pobreza. “Esse montante vainos ajudar a trabalhar mais pelo povo. Vai permitir mais investimentos em programas sociais no nosso estado”, disse ela.

    A autorização se deu com a assinatura de termo de entendimento para a ampliação de crédito fiscal, que faz parte do Programa de Reestruturação e Ajuste Fiscal dos estados para o período 2011-2013. Nesta quinta-feira,seis estados assinaram ampliação de crédito para investimentos – Alagoas, Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo, num total de R$ 21.325 bilhões. No último dia 27 de outubro, outros dez estados também assinaram a ampliação do créditofiscal: Acre, Amazonas, Bahia, Ceará, Mato Grosso, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rondônia e Sergipe – num total de R$ 15.705.323.

    A autorização para os novos investimentos foi propiciada pela melhoria fiscal dos estados beneficiados, o que abriu espaço para a contratação de novos empréstimos com o BNDES, CEF, Banco Mundial (BIRD), Banco Interamericanode Desenvolvimento (BID), entre outros, sem problema para as contas públicas.

    A medida, além de trazer benefícios diretos às populações locais, beneficiadas pelos investimentos, também contribui para o esforço nacional de sustentação do crescimento num momento de crise internacional que comprometea atividade econômica dos países mais desenvolvidos.

    Esperamos que o Governo do Estado pense num bom aumento que os nossos pms e bms merecem.

    Willians Dourado - Advogado e Capitão Reformado

    ResponderExcluir
  42. Diante das falsas notícias colocadas de maneira leviana por parte do secretário de segurança, sugiro que as associações tomem posição de alerta e repasse para a tropa estarem de prontidão ao reinício da paralisação. Está mais do que claro que com essas falsas notícias, o secretário "Peter Pan", está dando um beiço nos policiais e bombeiros. Querem criar um sentimento de que o movimento além de ser de pessoas "ingratas" - mentem dizendo que ganhamos bem, essa é pra rir; não houve nenhum percentual considerável de adesão ao movimento, é mole?! Só mesmo um cara como esse, que vive na "Terra do Nunca" pra fantasiar ou tentar fazer que a população "viaje na maionese"... Outro fato importantíssimo é que a "mal-dita" imprensa coloca em seus noticiários tantas mentiras que até eu já estou começando a acreditar!!! ACORDEM ASSOCIAÇÕES, NÃO PODEMOS FICAR POR BAIXO DE TANTAS NOTÍCIAS FALSAS!!

    ResponderExcluir
  43. Dois tenentes-coronéis do Corpo de Bombeiros do Maranhão – Manoel Alves da Cunha e Celso Jesus Moraes Vargas – foram exonerados de seus cargos de comando, depois de participarem do movimento paredista da última terça-feira (8), quando policiais militares e bombeiros bloquearam a entrada da Assembleia Legislativa.

    O comunicado da exoneração foi feito no dia seguinte ao protesto (9), mas a portaria foi assinada logo após a manifestação, no período vespertino.

    (Leia mais na edição de amanhã do JP)

    ResponderExcluir
  44. Pessoal. Essa negocio de FORNACIONAL.
    1- Como pode uma força nacional com 600 ou menos que isso passa mais de 1 mes no estado? é dificil. diarias-alimentaçã-alojamento-combustivel etc. Governo FEDERFAL não tem esse dinheiro todo para fazer isso. maximoq ue fica é 15 dias
    2- a FN é só Pm e Bm e Pc de otros estado. que estão na mesma situação nossa ou ate pio que o maranhão
    Agora temq ue fica de Olho é no Governo-secretário e cmt da Pm e Bm.
    e cuidado com seus telefone. nessas altura o SECRTÁRIO ja falou para pessoal grapia-lós. facinho
    se alguem soube como sabe se esta. mete na Justiça a secretária e quem amndou fazer.
    tem na NET tudo sobre GRAMPO e como sabe. ate o endereço de onde esta a central.
    "JUNTOS ESTAMOS FORTE"

    ResponderExcluir
  45. É inadimissivel que o governo do estado do Maranhão conceda aumento para todas as classes de funcinários e não inclua a PM e o BM, não que as outras classes não mereçam, mas o trabalho dos PM's BM's no Maranhão não é pior que o de ninguém. Esses homens que vivem arriscando suas vidas todos os dias para nos dar segurança. É uma pena que esse governo não queira enxergar o bom trabalho que os militares maranhenses vem desenvolvendo. É inacreditavel que um estado que tenha o menor efetivo da federação não possa conceder um aumento salarial para essa categoria, temos exemplos de estados com o dobro do efetivo e que arrecadam muito menos que o Maranhão e que mesmo assim fizeram o esforço de valorizar seus profissionais de segurança. O governo do MA tem sim condições de melhorar o salario dessa categoria, o bolo cresceu, eles não querem é dividir.
    Claudia esposa do Capitão Willians Dourado

    ResponderExcluir
  46. Caros colegas não tenham dívidas. Deus está do nosso lado pois ele está ascentado no seu trono contemplando os bons e os maus aqui na terra ele sabe de todos os nossos sofrimentos, humilhações e vergonhas. Ele é a própia Justiça." Se Deus é por nós quem será contra nós?" RM 8,31. Nós estamos também orando.

    ResponderExcluir
  47. Um Alerta.
    Mesmo que a governadora coloque no orçamento qualquer intenção de aumentar , corrigir salários, fazer obras, o orçamento apenas autoriza o ato e pasmem ela não é obrigada a fazer imediatamente, podem querer nos fazer acreditar e ganhar tempo, portanto ficamos em alerta.

    ResponderExcluir
  48. Caso realmente venha a FN pro nosso estado,vamos nos preparar pra governadora continuando nosso trabalho como se tudo estivesse normal,ate eles retornarem a seus estados de origem e reiniciaremos o movimento nao e q tenhamos medo da FN,mas sim uma tatica de guerra.Vamos nos preparar para um governo despreparado porque para um governo preparado podemos ate ganhar mas sera mais dificil.E pra ela pedir novamente o auxilio da FN,tem q haver um intervalo de tempo,ai e a hora de ganharmos a guerra.SUN TZU A arte da guerra.

    ResponderExcluir
  49. Pessoal, coloquemos algumas coisas muito importante nas nossas cabeças:
    1º) Não vamos nos impressionar com falsas ou mesmo verdadeiras informações, sobre força nacional, exercito ou qualquer outra cooisa: faremos como o cel Ivaldo pediu demais pra gente em cima do carro de som: não parem, não parem! Podem chamar FN, exercito, deixa eles pra lá, faremos nossa parte, quantos dias forem necessários! Faremos nossa parte. Se me prenderem, eu estou pronto pra ser preso, mas se me prenderem: passem por cima de mim, avancem! não parem, não parem! A tropa já atravessou o rio e não pode mais voltar, não parem, não parem! Passem por cima de mim e vão embora! Não parem.
    Ui, eu fico té arrepiada de lembrar.

    Então pessoal, não se deixe intimidar, estão jogando com o nosso psicológico e não podemos cair nesse jogo pra criança. Verdade ou mentira não vamos nos intimidar, não podemos amolecer, faremos nossa parte.
    Até porque, gente, somos policiais e sabemos da realidade da FN: outro dia teve uma rebelião aqui em pedrinhas de repercusão nacional e só mandaram cerca de 30 homens, pois não tem condição de enviar mais. No nosso caso, a paralisação não será só na capital, é em todo Estado e esse pessoal da FN não conhece as cidades, as ruas, as quebradas, as bocas de fumo, pouco vai adiantar, além de seres pouocs...
    NÃO SE INTIMIDEM COM NÚMEROS JOGADOS NO VENTO: 120, 150, 600, 1000. LEMBRE-SE NÃO PAREM! NÃO SE IMPRESSIONEM, NÃO CAIAM NO JOGO DE PESSOAS SEM ESCRÚPULOS, QUE NÃO RESPEITAM NINGUÉM E SÃO CAPAZES DE FAZER QUALQUER COISA, VCS CONHECEM ESSES TIPOS E SABEM QUE QUALQUER NOTICIA NOS CONTRA ATACANDO NÃO DEVE-SE LEVAR TANTO ASÉRIO A PONTO DE NOS ESTABILIZAR.

    ResponderExcluir
  50. 2ª) Coisa que não podemos esquecer: POLÍCIA É NÚMERO! Sempre ouvimos isso e agora chegou a hora de usarmos esse ditado a nosso favor, convidem seus colegas, mandem mensagem de graças pelo site da Oi ou do sbrobous, mandem e-mail, telefone. Polícia é número! Quanto mais, melhor: levem suas esposas, seus maridos, namorados, parentes, amantes, quanto mais número melhor!
    3º) Como também aprendemos: Polícia é superior ao tempo: eita, povo duro pra fazer passeata, manifestação é o policial militar, nunca vi (literalmente) rsrsrsr: acostumado a ser o primeiro a chegar e o último a sair, no sol, na chuva, com fome, com calor, carregando peso, então se for pra parar, paremos e fiquemos até o fim, pois dessa vez a causa é nossa!

    ResponderExcluir
  51. Eu sei que muitas pessoas podem estar aflitas, impacientes e preocupadas sem informações. Como este blog se tornou referencia na comunicação entre pms neste momento quero dizer a vcs que as atualizações podem até demorar um pouquinho a chegar, mas é por conta que o Ebnilson faz parte da diretoria, passa horas em reunioões com os outros companehiros decidindo as melhores estratégias pra gente vencer, negociaçoes com pessoas q podem ajudar, além disso tem que tirar seu serviço na Pm e ainda estuda, parece que ele está no meio de um curso de mestrado, ainda deve ter sua família e problemas de casa normais como todos nós temos. Eu também fico impaciente, querendo me comunicar, saber como o pessoas de outras cidades estão, como estão pensando mas eu tento procurar entender e ter paciencia... é isso que está acontecendo.
    Além disso quando ele criou esse blog, ele selecionou a opção de publicar os comentários só depois da aprovação do mediador pra evitar outros crimes como por exemplo: lesão da honra,injúria, calúnia e difamação e etc que podem acontecr nosse momento em que os ânimos estão exaltados. Paciência, irmãos

    ResponderExcluir
  52. outra coisa que não podemos esquecer é: no caso de um possível enfrentamento ou aquartelamento,ou prisão ou mesmo invasão, sei lá: NÓS NÃO PODEMOS DEPRECIAR O PATRIMÔNIO PÚBLICO! e cometer o mesmo erro que os bombeiros do Rio cometeram ou mesmo como a meia dúzia de estudantes da USP fizeram, temos que dá um tapa de luva de pelica pra quam acha que somos desorderos, bagunceiros, vândalos, bandidos. Então - NÃO PODEMOS CAIR NO MESMO ERRO VELHO E BATIDO, TEMOS QUE MOSTRAR NOSSA EDUCAÇÃO! Mostrar que estamos aqui para construir e não para detruir, não queremos causar mais prejuízo além do que o governos nos obriga a fazer deixando as cidades sem policiamento, Não podemos causar mais males além dos que o governos nos obriga a fazer.
    Além disso seria mais um prato cheio para a exploração da mídia comprada que vemos: tenta claramente a todo custo jogar a população contra nós. Não podemos vacilar ainda mais. Sorte irmãos! Juntos somos fortes!

    ResponderExcluir
  53. Após a super exploração da mídia das ações infelizes de alguns policiais na tentativa de jogar a população contra nós, quero pedir para os irmãos! MUITO CUIDADO NAS ABORDAGENS! MUITO CUIDADO! Hoje, como vimos no caso do pedreiro da cidade operária, qualquer um tem uma câmera na mão! Se vc tenta impedir um de filmar, aparecem dez filmando essa sua tentativa, é uma coisa fora de controle, não tem controle! Por isso muito cuidado nas abordagens, evite ao máximo chegar ao extremo ( que a lei até nos permite) mas pode (e muito provavelmente) nesse momento vai ser muito explorado pela mídia comprada para nos enfraqecerr, mas ela não vai conseguir! Nós não iremos deixar!

    CUIDADO IRMÃOS NAS ABORDAGENS, NÃO VAMOS DEIXAR MELAR MAIS AGORA

    ResponderExcluir
  54. Meu caro amigo, muito obrigado pelas explicações realmente isso é a pura verdade, devido nossa participação na diretoria as vezes demora as atualizações principalmente depois do dia 08/11 com reuniões constantimente, mas as informações verdadeiras viram, mas uma vez obrigado pela compreensão.

    ResponderExcluir
  55. PESSOAL. VAMOS FILME NOSSAS AÇÕES. VAMOS FILME QUE É TUDO QUE A PM E BM FAZ. VAMOS MOSTRA NOSSO SERVIÇO. COM A SOCIEDADE VAI COMEÇA VER O SERVIÇO DA PM E BM MA.
    VAMOS COLOCA ESSES VIDEOS NAS REDE SOCIAIS E YOTUBE. VAMOS MOSTRA NÃO SÓ PARA MARANHÃO MAIS BRASIL E MUNDO A FORA.
    VAMOS FILMA TUDO. VAMOS METE FLAGRANTE EM TUDO. VAMOS BFAZER VALE A LEI. NO PÉ DA LETRA. AI QUERO VER OS DP. LOTADÃO E PRESIDIO. VAMOS USA SÓ A LEI NO PÉ DA LETRA,

    ResponderExcluir
  56. Vamos ser realistas: a governadora , o secretário de segurança e sua laia , estão cagando e andando para o cidadão de bem ,muito pior com militares, eles querem saber é de dinheiro no bolso, superfaturar obras e etc...o governo so resolve os problemas do estado na "gambiarra" ,da um jeitinho brasileiro aqui outro ali, gostaria de saber aonde isso tudo vai acabar...

    ResponderExcluir

O espaço de comentários do nosso blog pode tem moderação.
Não serão aceitas mensagens:

01 - Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
02 - Que contenham conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
03 - Que contenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
04 - Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
05 - De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
06 - Que caracterizem prática de spam;
07 - Anônimas ou assinadas com e-mail falso;
08 - Fora do contexto da matéria;
09 - Só poderão comentar usuários que possua conta no Google

Blog do Ebnilson agradece a compreenção de todos