segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

SGT Sá 

A guerra é aberta e declarada: facções organizadas estão cumprindo promessas de eliminar policiais militares. As ameaças vêm sendo feitas há vários dias. No domingo(07), foram duas baixas na PM: no início da tarde, o aspirante Sebastião Luís Rocha Neto, de 27 anos, foi assassinado nas proximidades do Mercado do Peixe, no Anel Viário, depois de ter reagido a um suposto assalto; à noite, a vítima foi o sargento Carlos Magno Sá, morto em confronto com bandidos na área do Conjunto de apartamentos denominado Forquilhão, na Forquilha.

<iframe width="420" height="315" src="//www.youtube.com/embed/Ncl9zWAmWZU" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

Pelas informações de amigos do sargento Sá, ele havia saído para comprar churrasquinho nas proximidades do condomínio. Na volta, foi abordado por dois elementos, que estavam em um veículo Etios, que teria sido tomado de assalto no Conjunto Tambaú. O sargento reagiu à suposta tentativa de assalto e atirou contra os bandidos, que também passaram a disparar contra ele. Outro policial que estava nas proximidades também passou a disparar contra a dupla. Um deles morreu no local, mas o outro conseguiu fugir. O sargento Sá foi atingido por cerca de 5 tiros e morreu ao dar entrada no Socorrão II.

Sonho e premonição


Assassino morto na troca de tiros
O domingo foi de sonhos e premonições para o sargento Sá. Ele pressentia que algo estava para lhe acontecer. A família teria revelado a amigos que, desde a manhã, ele estava receoso, temendo sair do apartamento. À tarde, aproveitou para dormir um pouco. Ao acordar, falara que sonhara que estava sendo atacado por alguns elementos. Á noite, quando decidiu sair para comprar um churrasquinho nas proximidades do condomínio, a filha teria implorado para que ele não saísse. Na volta para o apartamento, sofreu o ataque, da forma como sonhara. Esse foi o relato feito por um amigo do sargento Sá, que mora no mesmo condomínio, ao programa ‘Notícias de Domingo’, na Rádio Voz do Maranhão online.

Um policial destemido e determinado

O sargento Sá era destemido e fazia questão de mostrar isso abertamente. Mas tinha consciência do risco que corria na atividade policial, principalmente nessa guerra aberta contra as facções organizadas. Recentemente, em um velório de mais um PM, o sargento disse que iria morrer fazendo o que sabia fazer de melhor que era ser policial. Em sua página no facebook, depois de uma semana do assassinato do policial ‘Dos Santos’, no Porto de Mocajituba, escreveu: “Uma semana vai fazer sem nosso PM Dos Santos. Hoje ajudo a carregar meus companheiros. Amanhã eles me carregarão também”.

Por ser destemido e corajoso, temido por muitos bandidos, o sargento virou alvo de facções que atuam em várias regiões de São Luís. Sabia que estava na mira da bandidagem. Aos amigos, dizia que vinha sofrendo ameaças constantes.

Em vários grupos nas redes sociais, logo após o assassinado do sargento Sá, circularam informações de foguetórios em diversos bairros da periferia de São Luís. Uma mostra que esse ataque que culminou com a morte do policial pode ter orquestrado por facções criminosas.


O sargento Sá residia no Bloco 50, do Condomínio Ipês, na Forquilha.

Fonte: http://gilbertolimajornalista.blogspot.com.br

9 comentários:

  1. Não dá para acreditar, a PMMA tem que retomar o controle urgente !

    ResponderExcluir
  2. Enquanto isso nossos coronéis estão brigando para saber quem vai fazer curso fora do estado para ganharem dinheiro, e a valorização da tropa só migué!

    ResponderExcluir
  3. Manoel Guimarães Filho8 de dezembro de 2014 14:46

    Por que o assassinato de um policial,por bandidos,merece, de nós, uma resposta rápida e dura?Por que o Estado deve reagir, prontamente,a esse tipo de agressão?
    Não estou tentando dizer que o assassinato do homem comum não mereça, do Estado, uma resposta de igual teor…Ocorre que,assim como promotores de justiça ou membros da magistratura,os policiais estão na linha de frente na defesa do Estado democrático de Direito,na defesa das liberdades de cada um de nós.” Sem a presença da PM, o homem comum não vai à praça”,não se diverte com a família,com os amigos…Sem a PM, nas ruas,não há “vida lá fora”.O cidadão ,que trabalha a semana inteira,corre o risco de trancafiar-se em casa…Do meu ponto de vista,o ataque e assassinato de um PM,por criminosos,é ainda mais grave do que seria se a um cidadão comum pois,ele envia para a sociedade a seguinte mensagem do crime:POSSO MATAR QUALQUER UM! NINGUÉM ESTÁ PROTEGIDO DE MIM!
    Ao cidadão comum, resta a seguinte conclusão:Policiais estão sendo abatidos nas ruas,por criminosos,bandidos, sem nenhum temor da Lei.O que pode acontecer a mim,um homem do povo?
    O recado que o crime tenta enviar para a sociedade é, exatamente, esse “EU ALCANÇO QUEM EU QUISER,NINGUÉM ESTÁ PROTEGIDO DE MIM,EU POSSO!
    Pois bem,o Estado jamais deveria permitir tal ousadia.Não deve permitir que criminosos instalem o medo coletivo…Por isso,sua resposta deve ser rápida,dura e eficiente.Para que fique claro,sem sombra de dúvidas,quem detêm o controle da situação…E deve ser assim porque,o criminoso, tem que ser posto a pensar 127 vezes, antes de se decidir por atacar um servidor público defensor da Lei,porque ele tem que saber que,ao se decidir por esse caminho,algo de terrível virá sobre ele, que será como se as portas do inferno se abrissem sobre sua cabeça e que ele não terá lugar nessa terra…A certeza da punição deve ser algo certo em sua cabeça…Hoje impera a certeza da impunidade,da graça…Com a impunidade, reinante,o crime cresce e avança sobre todos nós…Até quando?

    ResponderExcluir
  4. Desejamos aos familiares do Sargento Sá, força para superarem esse trágico momento, aos demais membros dessa sécular instituição Policial, que sejamos duro e rápido na resposta a essa maginalidade, devemos mostrar a eles, que o Estado pode mais, não vamos nos importar com esse famigerado ANTONIO PEDROSA, defensor dos Direitos dos maginais, devemos pensar em nossos familiares, nas nossas vidas e a vida das pessoas de bem desse Estado, esqueçamos as divergências e vamos unir forças no combate a esses crapulas.

    ResponderExcluir
  5. e o estado vai ficar de braços cruzados. agora?

    ResponderExcluir
  6. e o estado vai ficar de braços cruzados. agora?

    ResponderExcluir
  7. SAUDADES AMIGO E PARCEIRO, QUE VC TENHA UMA BOA JORNADA SGT PM /93 SÁ DO AMIGO CB PM/93 TAVARES....

    ResponderExcluir

O espaço de comentários do nosso blog pode tem moderação.
Não serão aceitas mensagens:

01 - Que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal;
02 - Que contenham conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;
03 - Que contenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;
04 - Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
05 - De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
06 - Que caracterizem prática de spam;
07 - Anônimas ou assinadas com e-mail falso;
08 - Fora do contexto da matéria;
09 - Só poderão comentar usuários que possua conta no Google

Blog do Ebnilson agradece a compreenção de todos